23 maio 2006


De Krypton para o Ceará

Aventuras do Didi e Os Trapalhões estão entre as melhores HQs de humor já publicadas (e produzidas) no Brasil. E não me refiro às da Editora Abril que apresentavam versões infantis da saudosa trupe de comediantes. Os verdadeiros Trapalhões dos quadrinhos eram mesmo os da Editora Bloch.

A imagem ao lado é da capa de Aventuras do Didi # 31, uma das minhas preferidas (ainda vou completar a coleção, faltam apenas nove números!). Como de praxe, muito nonsense, surrealismo, escracho e até mesmo humor tradicional desfilam nessa edição.

O destaque é a história de abertura, com o inigualável Super-Ômi, ninguém menos que o Didi fazendo as vezes do Homem de Aço, quer dizer, de uma paródia maltrapilha, energúmena e azarada do último filho de Krypton.

Com a arte de Eduardo Vetillo (que também desenhava as HQs do Spectreman), as aventuras sempre ganhavam mais comicidade. Dava para rir só de olhar as figuraças que ele criava. O seu Super-Ômi, então, era impagável (o que aparece na capa é de outro desenhista)

Mas também vale mencionar outra história dessa edição, um exemplo definitivo do tipo de humor dos gibis dos Trapalhões. Em uma piada rápida de página única, Didi se encontrava parado ao lado de um ponto de ônibus. De repente, dois olhos com pernas e braços formam uma fila atrás dele. Diante da expressão incrédula de um transeunte, o cearense explica: aquele local era um... "ponto de vista".

Ai, ai... bons tempos que não voltam mais...

Um comentário:

walter disse...

COM CORDO COM VC.. ESSA SEM DÚVIDA É UMA DAS MELHORES REVISTAS DE HUMOR DO BRASIL JÁ PUBLICADAS.. EU MESMO CRIEI UMA COMUNIDADE DO ORKUT EM HOMENAGEM A ESSAS REVISTAS...É SÓ COFERIREM LÁ.."OS TRAPALHÕES DA ERA BLOCH"
EU ESPERO QUE NO BRASIL,VOLTEM A FASER MAIS REVISTAS COMO ESTAS OU ATÉ MESMO QUE REPUBLIQUEM,POIS TEM MUITO MAMANJÃO QUERENDO O RETORNO DELES..
ABRAÇO A TODOS..