07 janeiro 2008

Um gigante pouco reconhecido

Filmaço
Na pausa do final de 2007, assisti mais uma vez, junto com meus filhos, a um desenho animado que considero maravilhoso, que teve uma boa acolhida pela crítica, mas não o devido reconhecimento nas bilheterias - talvez porque, na época do lançamento, em 1999 (2000 no Brasil), a Warner trabalhou mal a divulgação.

Trata-se de O Gigante de Ferro, um filme baseado num livro de Ted Hughes que tem uma história envolvente, com um cenário bem saudosista. A relação do garoto Hogarth com o enorme ser metálico que vem do espaço é tocante. E ainda termina com um gancho perfeito para uma continuação que nunca rolou. Uma pena.

Além disso, há diversas menções aos quadrinhos. A principal - e melhor - é quando o robô "se transforma" no Superman, mostrando os ideais que o Homem de Aço representa são valorizados - ao menos em obras de ficção.

Bem, se você não assistiu a O Gigante de Ferro, faça isso logo. Se já viu, encare uma reprise. Vale demais a pena.

A relação do Gigante com o garoto emociona

8 comentários:

Egon disse...

Esse desenho é muito bom... Procurei o DVD por anos e não nunca achava. Aí achei numa daquelas promoções nas Lojas Americanas e comprei na hora. E só assistindo aos extras do DVD é que descobri que quem fez a voz do gigante foi o Vin Diesel...

Lucas Pimenta disse...

agora fiquei na vontade...
vou procurar o DVD.

Valeu Sidão

Cláudia Dans disse...

Eu adoro este filme! Já o vi várias vezes! É maravilhoso!!!

Liberland disse...

O filme é excelente. Ao lado de Os Incríveis e Ratatouille, confirma Brad Bird como um dos melhores e mais empolgantes contadores de histórias no cenário da animação atual.

Val disse...

eu tenho o filme em dvd, e ja o tinha visto na epca que o lançaram em vhs..

simplesmente maravilhoso!!!

M.S.Nicola disse...

É genial, comprei o DVD pelo Submarino. Meu filho adora. Vive reclamando que não tem boneco do Gicante (assim como não tem do Megas XLR)...

Delfin disse...

Brad Bird é o cara. Sério.
Tem uns cinco caras que são o cara: Brad Bird, Grant Morrison, Darwin Cooke, Alan Moore e Bruce Timm.
Pra mim é isso.

Sidney Gusman disse...

Tirando o Grant Morrison, concordo com todos, Delfin. >:-)

Ele só "o cara" às vezes...