30 outubro 2008

Melhores e piores de outubro

Ah, o Marcelo Tas que me desculpe, mas, como sou muito fã do CQC, terei que "plagiá-lo"! Então, vamos dar as mãos e orar para Santo Angelo Agostini porque é hora dooooos...

Melhores e piores do mês do Blog do Universo HQ! :-)

Veja abaixo o que mais e menos agradou o time do Universo HQ em outubro. Lembrando que as opiniões são pessoais e não precisam ser sobre um lançamento do mês que se encerra.

Não há mais limite para as indicações dos melhores, que não são listados necessariamente em ordem de preferência; e uma, duas ou três pros piores.

Radicci é sempre garantia de boas risadasSidney Gusman

Melhores: Grandes Astros – Superman # 11 (Panini), A grande farsa e Iguana, de Carlos Trillo e Domingo Mandrafina (Mancha Negra, selo da Vitamina BD), O Terceiro Testamento # 2 (Multi Editores), Radicci - Tem outro por dentro (L&PM) e Pixel Magazine # 18 (Pixel)

Piores: O ataque das Amazonas # 2, Aniquilação II - A Conquista # 1 e Contagem Regressiva # 3 (todos da Panini)

O Senhor dos Sonhos começa sua série novamente no Brasil - e em grande estiloMarcelo Naranjo

Melhores: Grandes Astros – Superman # 11 (Panini), Astro City - Samaritano Especial e outras histórias (Pixel), Sandman - Prelúdios e Noturnos – Volume 1 (Pixel) e Hellboy - A Feiticeira Troll & outras histórias (Mythos)

Pior: nenhum

Tomara que esse material chegue ao BrasilSérgio Codespoti

Melhores: Criminal - Volume 3 - The Dead and The Dying, de Ed Brubaker e Sean Phillips (Marvel/Icon), All-Star Superman # 1, de Grant Morrison e Frank Quitely (DC Comics), The Punisher # 10, de Garth Ennis e Goran Parlov (Marvel/Max) e
Long John Silver - Volume 1 - Lady Vivian Hastings e 2 - Neptune, de Xavier Dorison e Mathieu Lauffray (Dargaud)

Pior: Thunderbolts # 123, de Christos Gage e Fernando Blanco (Marvel)

Eis uma divertida paródia com os personagens de Mauricio de SousaMarcus Ramone

Melhores: Foi Mal – Charges sobre o governo Lula antes, durante e depois do mensalão (Zit Editora); Manual de Gerência Dogbert (Ediouro), Turma da Mônica em O Mágico de Oz (Panini), CorruPTos? Mas quem não é? (Editora do Autor) e Legião dos Super-Heróis - A Saga das Trevas Eternas (Panini)

Pior: Superman # 70 (Panini)

Morrison acerta a mão nesta edição, que foi quase unanimidade neste mêsEduardo Nasi

Melhores: Grandes Astros - Superman # 11 (Panini), Mesmo Delivery (Desiderata) e Simpsons Comics # 150 - Treehouse of Horror (Titan Magazines)

Pior: Contagem Regressiva # 3 (Panini)



Liniers é bom demaisZé Oliboni

Melhor: Macanudo # 1 (Zarabatana)

Pior: nenhum



Mangá bem bacana este GantzGuilherme Kroll Domingues

Melhores: Gantz # 15 (Panini), Mesmo Delivery (Desiderata), Lobo Solitário # 28 (Panini), Sandman - Prelúdios e Noturnos – Volume 1 (Pixel) e Diário de um Banana (V&R)

Pior: Hellsing # 3 (JBC)

A melhor revista seriada do mercado segue firme e forteRicardo Malta Barbeira

Melhores: Macanudo # 1 (Zarabatana), Striptiras # 1 – Gato & Gata (L&PM Editores) e Pixel Magazine # 18 (Pixel)

Pior: nenhum




Fábio Lyra manda bem na sua estréia num álbum individualDelfin

Melhores: Menina Infinito (Desiderata), Filósofos em Ação (Gal Editora), Macanudo # 1 (Zarabatana), Superman # 870 (DC Comics) e Superman em Cores # 1 – Primeira Série (Ebal)

Piores: Ninguém é perfeito (Desiderata) e A caixa de areia (Devir)

Que bom que esta ótima série européia chegou ao BrasilDiego Figueira

Melhores: Grandes Astros - Superman # 11 (Panini) , Predadores # 1 e # 2 (Devir) e Dimensão DC - Lanterna Verde # 2 (Panini)

Pior: Homem-Aranha # 82 (Panini)

9 comentários:

Renato Rosário disse...

O Manual de Gerência Dogbert, citado pelo Marcus, é realmente um achado! Li há alguns anos atrás, e já reli várias vezes, pois muitas situações criadas são similares ao universo dos escritórios e por isso mesmo, muito engraçadas...

E Grandes Astros Superman é uma unanimidade. Ainda não encontrei ninguém que falasse mal dela, é realmente a melhor coisa de super-heróis em bancas atualmente.

Abraços a todos.

Victor disse...

Dicas do post que obrigatoriamente serão lidas por este que vos fala: "Menina Infinito", "Predadores" e "Mesmo Delivery"!

Marcelo Naranjo disse...

Acho válido um esclarecimento, ainda que óbvio: essa não é a lista com "tudo que foi lido no mês". Eu, por exemplo, ainda li alguns mangás, outro encadernado do Hellboy, e alguma coisa de super-heróis. Mas, fora o que está no post, nada merecedor de estar entre os melhores - nem entre os piores, pois não li nada que fosse ruim de fato. Portanto, não citei nenhum no meu "pior do mês".

Rafael disse...

Alguns dos mais votados: Pixel Magazine, Grandes Astros - Superman, Macanudos e Sandman. Os dois primeiros vem se repetindo mês a mês, provando que mantem a qualidade e integridade da publicação. Os dois seguintes são apostas obvias e certeiras.

Gostei.

Wagner Bernardes disse...

Delfim, o que há de errado com "A caixa de areia"?

Abraço.

Wagner Bernardes disse...

Delfin, ops.

Eduardo Nasi disse...

Algumas observações:

* O mais votado é Grandes Astros - Superman # 11, mas só porque meu voto pro excepcional Macanudo # 1 foi no mês passado. E tenho a impressão de que mês que vem Liniers ganha mais alguns.

* Como já falei aqui nos outros meses, tento manter a indicação de três melhores e um pior.

* O divertido Gaturro # 2 (resenha hoje: http://www.universohq.com/quadrinhos/2008/review_gaturro2.cfm) e as Pixel Magazine # 17, #18 e # 19 por pouco não entraram no meu ranking de melhores.

* O ataque das amazonas # 3 só não ficou como pior porque a arte é ok.

* Eu adoro a A Caixa de Areia.

Delfin disse...

Não há nada errado com A caixa de areia. E talvez seja isso o que me incomodou. É muito certinha demais. Não me levou a lugar algum. E, perceba, eu gostei quando li pela primeira vez. Mas, nessa releitura, gostei tão menos que ela foi parar nos meus piores de outubro. E, admito, houve certamente um comparativo na minha cabeça, não apenas com os outros quadrinhos do mês (Super em cores da Ebal é nostalgia pura, super divertido!), mas também em relação ao melhor livro que li este ano todo, que é o mais recente do Mutarelli, terminado também em outubro. Acho que essa obra é inferior em relação às obras gerais do Lourenço. Talvez não seja coincidência ter sido, por ora, a última.

Abração!

VELOSO disse...

Muito bom blog e trabalho valeu!