20 março 2008

Com quantos Skrulls se faz um crossover?

Os Skrulls fazem parte do Universo Marvel desde seu início. Na prática, eles surgiram em Quarteto Fantástico (volume 1) #2, numa história de Stan Lee e Jack Kirby, de 1962.

Desde então, sempre estiveram presentes nas histórias, invadindo a Terra; seqüestrando o Coisa para lutar numa arena espacial (gângsteres americanos da década de 1930, no espaço, quem se lembra disso?); num conflito contra os Krees, numa versão marveliana de Guerra nas Estrelas; e muitos outros episódios.

A Marvel pretende relacionar, este ano, muitas das aventuras antigas dos Skrulls numa história que envolve desde a reformulação dos Vingadores (quando Brian Bendis criou os Novos Vingadores, com o Wolverine e o Homem-Aranha) até a Guerra Civil.

Se você é leitor da Marvel e já cansou dos Skrulls, este não será um bom ano. A Invasão Secreta é uma minissérie em oito partes, com roteiro de Bendis e arte de Leinil Yu, que terá tanta influência nas outras revistas da editora quanto a Guerra Civil.

Acho que a editora já abusou deste conceito. Aliás, esta proposta também já foi vista diversas vezes no cinema, desde o filme Invasores de Corpos, que foi refeito recentemente, com a Nicole Kidman, como A Invasão.

Na época em que o Alan Davis escrevia os X-Men, ele desenhou uma aventura na qual os mutantes acidentalmente viajavam ao passado e caíam no planeta dos Skrulls, quando estes planejavam a invasão da Terra disfarçados de super-heróis. Tudo isso no momento em que Galactus se aproximava para destruir o planeta deles.

Mais tarde, Wolverine foi substituído por um Skrull, e a troca foi descoberta quando Wolverine morreu. Uma situação parecida com a que foi revelada nos Novos Vingadores (ainda inédita no Brasil) e a descoberta de uma possível "invasão secreta" de novos Skrulls.

Esta trama já vem se arrastando há quase um ano. Em parte, pelo atraso de Frank Cho na revista Mighty Avengers, com as conseqüências da descoberta do Skrull morto. A origem da nova invasão está na minissérie Illuminati (que revisita vários eventos importantes da história da Marvel, como a guerra Kree-Skrull) e revela segredos importantes.

Tomara que a história seja divertida. Mas sempre existe o risco revisionista de se desfazer tudo que vem ocorrendo nas revistas, como reformular os Vingadores, unificar as duas facções que participaram da Guerra Civil, ressuscitar o Capitão América etc.

Se por um lado o fato de o escritor poder brincar com histórias anteriores é divertido, por outro pode criar um grande problema de credibilidade para os leitores.

Atualmente, o slogan de marketing da Marvel é "Em quem você confia?" (Who do you trust?). Personagens diversos podem ser Skrulls infiltrados, como o Capitão América morto, o Capitão Marvel que retornou, o Homem de Ferro, Miss Marvel, Jaqueta Amarela etc.

Isso sem falar que, até o momento, ninguém explicou o que aconteceu com os personagens seqüestrados.

A campanha da editora para promover a série continua forte, não só dentro de revistas como Mighty Avengers, New Avengers, Miss Marvel e Incredible Hercules, mas também por fora, com entrevistas e a revelação de imagens promocionais (que também podem ser vistas aqui).

As imagens abaixo (clique para ampliar) fazem parte desta campanha, e foram pintadas por Greg Horn, artista que eu acho técnico, mas cujas escolhas estéticas sempre me parecem "bregas".

Antes que eu me esqueça, fiz o possível para comentar o assunto sem revelar muita coisa aos leitores brasileiros, do que já foi publicado nos Estados Unidos, mas coloquei só links para artigos do UHQ, para quem quiser saber mais. Não tenho interesse em estragar a leitura de ninguém.

9 comentários:

Sidney Gusman disse...

Sérgio, pela pinta do que se avizinha, o duro é alguém respeitar a Marvel depois dessa "skrullização".

Todo e qualquer grande acontecimento já tem desfecho pronto: foi culpa dos skrulls.

Virou piada pronta.

Luis Augusto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis Augusto disse...

Ahhh!

Como jah falei pro Sidney, eu tb sou um Skrull. Mas n tenho culpa de nada. :P

Aqui a foto, pra provar :P

http://www.orkut.com/AlbumZoom.aspx?uid=4046467709585890248&pid=1204820315397&aid=1204267150

Abração, sres.

Thiago Augusto Corrêa disse...

Eu também sou um Skrull, mas não tenho foto.

Realmente a re-re-re-recilagem de uma história pela Marvel me parece horrível.

É uma pena que existam sagas intermináveis, assim as editoras nunca estão em um bom momento. Uma exceção a isso acho que foi o 52 da DC.

Mas enfim, se considerarmos que tudo em nosso mundo é também um skrull, podemos ao menos supor que Cavaleiro das Trevas 2 não foi feito pelo Frank Miller e que este já se encontra falecido ou preso em uma masmorra?

Eu queria colocar um gibi da Marvel, mas eu não lembrei de cabeça nenhuma grande história.

Leandro disse...

as mega sagas q mudam tudo (ou nada)

Victor disse...

Greg Horn é ora lá de cafonão, seu estilo 'brega' acrescentou um tom a mais de comicidade nessa 'nova' iniciativa da Marvel.

Daredevil disse...

Por isso abandonei as mensais, só vejo umas minisséries que não tenham essa ligação toda com as revolucionárias mega hiper sagas!

Sobrinho da May disse...

Bem, em relação ao fato de estarem reciclando uma idéia batida ao inserir a Invasão Skrull, eu acho que isso pode ser compensado se a condução da narrativa for boa, o que é perfeitamente possível considerando o talento de Brian Bendis. Óbviamente ele acerta (como a revigorada que deu nos Vingadores) e erra (House of M), mas vamos torcer pra que acerte. Porque é bem possível que a coisa termine de forma bem estafúrdia. Alguém gostaria de descobrir que Tony Stark é Skrull? Isso sim seria suicídio editorial, pq bem ou mal, as atitudes do Homem de Ferro têm sido coerentes com o fato de que ele é um personagem demasiadamente humano e que se equivoca. Igualmente ridículo seria descobrir que Wolverine é um Skrull (ah, não eh à toa que ele não lembrava do seu passado, ele é Skrull.... urgh!). Anos de histórias indo pra lata do lixo junto com o dinheiro do leitor. Mas eles já fizeram "One More Day", o que os impediria de fazer de novo, não é?? Aliás, c*g*d*, com o perdão da expressão... Quesada deveria reler a fase de Peter recém-casado... são algumas das melhores histórias do Aranha, e não digo pelos desenhos de McFarlane que as tornaram altamente apelativas comercialmente, mas pelos roteiros de David Michelinie... Nelas, vemos um Peter Parker que É Peter Parker sem tirar nem pôr, só vivendo um outro momento, mais maduro. Enfim... vamos esperar!

vouyer disse...

Gostaria de saber se secret invasion já saiu no Brasil pela Panini.