08 março 2008

Algumas novidades da Fest Comix

Festcomix


O sábado foi movimentado na 14ªFest Comix. Palestras, filas grandes, algumas novidades superbacanas e muitas possibilidades. Só para dar um gostinho, separei umas notícias curtas. Segunda-feira tem mais no Universo HQ.

* O grande destaque vem da Panini. O editor Levi Trindade anunciou a publicação brasileira de Je suis legion, de Fabien Nury e John Cassaday.

* Ainda falando da Panini, XIII e Blacksad podem ser concluídos em breve.

* Segundo Levi, há uma briga nos bastidores pelos direitos de Spirit -- não o de Darwyn Cooke. É o do Eisner mesmo.

* A proximidade de Countdown e Crise Final podem trazer ao Brasil edições dos Novos Deuses, clássico de Jack Kirby que vêm ganhando relevância na DC.

* Na linha de mangás, Elza Keiko e Beth Kodama anunciaram vários novos títulos: Galism, Sunadokei - O relógio de areia, Kare first love (título provisório), Colégio Ouran Host Club, Full Metal Panic! Sigma, Homúnculos e Lodoss War - Lady of Paris (em formato livro).

* A Pixel pode vir a encadernar as histórias de Promethea e Planetary que vêm saindo em Pixel Magazine. Uma possibilidade, adianta o editor Cassius Medauar, é que Planetary ganhe uma edição baseada em Absolute Planetary.

* Inicialmente programado para este semestre, o segundo volume do Monstro do Pântano de Alan Moore deve ser adiado para o próximo. A culpa é da DC, que estaria enrolando na entrega dos arquivos.

9 comentários:

Igor disse...

Algumas boas notícias, outras nem tanto assim. A nova revista da Pixel está dividindo opinões, como de se esperar.

Spirit do Eisner? Caramba, melhor de todas as notícias.

Bone

Aleverson Ecker disse...

Putz, quer dizer então que Aldebaran já era? Será que a Panini vai se posicionar oficialmente ou vai passar ao largo do assunto?

Abração,

Guilherme Kroll disse...

Aleverson, Aldebaran não tem ainda dois álbuns novos na europa, o que daria uma edição brasileira. Talvez ano que vem tenha mais.

Eduardo Nasi disse...

Sobre a linha européia, é bom entender a mensagem que o Levi nos deixa: tudo está sendo reavaliado para que a segunda incursão da editora aos álbuns seja certeira.

Victor disse...

Para mim, sem exageros, as informações sobre a intensão da Panini reinvestir em quadrinhos europeus é a melhor notícia do início de 2008. Com a baixa do dólar, fica bem viável comprar quadrinhos americanos originais, mas os europeus ainda são um problema para quem mora no Brasil. Ainda bem que o pessoal da Panini não desistiu! Há tanta coisa genial na europa, coisa que nem os americanos tem acesso (por pura ignorância deles, eu acho) e que seria legal ver publicado aqui! Ah, por favor: alguém pode me informar qual o título e número da última edição do genial XIII publicada pela Panini aqui? Eu me perdi e não sei se tenho o último! Obrigado!

Victor disse...

Onde se lê intensão, leia-se intenção... glup!

Pedro disse...

O último XIII? Isso eu sei ("Claro que sabe, seu mané, foi você quem traduziu!" "Isso não vem ao caso."), foi o número 9, contendo os álbuns franceses 16 e 17. O título da edição (o mesmo do 17º álbum) foi "O Ouro de Maximiliano".

Hunter (Pedro Bouça)

Victor disse...

9???!!! Por tutatis, lá vou eu correr atrás dessa edição... Je sui tres reconnaissant a votre aide, Pedro!

Aleverson Ecker disse...

Muito obrigado pela informação, pessoal! Valeu!