27 julho 2007

Uma bela entrevista com Alan Moore

Alan Moore e a esposa Melinda GebbieO jornalista Diego Assis acaba de colocar online uma baita entrevista com Alan Moore no portal G1. O roteirista britânico fala sobre Lost Girls, as adaptações de suas obras para o cinema (revela até quanto deixou de ganhar), diz não gostar do trabalho erótico de Milo Manara e Guido Crepax, cutuca Harry Potter e Paulo Coelho e muito mais.

Já telefonei para parabenizar meu amigo Diego, pois não me lembro de ter visto (lido) Moore tão solto numa entrevista para o Brasil. Ele dá longas respostas e mostra que realmente curtiu a conversa.

Há uma versão light e a completa. Mas nem perca tempo: vá direto pra integral, clicando aqui.

3 comentários:

Amalio disse...

A melhor entrevista com Alan Moore que já li. O Diego realmente conseguiu umas respostas muito profundas, principalmente no que diz respeito ao sentimento que Mr. Moore nutre por Hollywood. Gostei também da piada em cima do Paulo Coelho, hilária. Bom, eu sempre gostei de ler Alan Moore, mas depois que comecei a conhecer um pouco suas convicções virei um fã. Ele me lembrou Ariano Suassuna, que não sai do Brasil por nada e também escreve obras belíssimas. Ariano disse no Programa do Jô que tem muita vontade de conhecer Paris, Nova York e a África, mas só se ficasse ali em Alagoas, genial. Poucas pessoas tem um amor tão sincero por uma cidade como Alan Moore demonstra por Northampton. Parabéns ao Diego.

Thiago Augusto Corrêa disse...

Amalio, existe alguem pior que Suassuna, Raduan Nassar, que não se diz escritor e sim cortador de cana, e não atende nem mais telefone. :D

E sim, a entrevista com o Moore está maravilhosa.

Conrad disse...

Muito boa! enviei o link para amigos e demais pessoas interessadas, fabuloso esse gentleman.

Abraços e parabéns pelo blog!