18 março 2009

Um pouco da história da EC Comics

Hoje não temos coluna, porque nosso colaborador Alessandro Abrahão escreveu uma bela matéria (que terá continuação) sobre a EC Comics, uma das mais importantes editoras norte-americanas em todos os tempos.

Leia o artigo e comente à vontade!

13 comentários:

Marcelo Fontana disse...

Realmente uma excelente matéria. Bem importante demonstrar que mesmo nos EUA os quadrinhos tradicionalmente são muito mais que super-heróis.

Vários desses títulos e personagens mereceriam ser publicados por aqui. Temos vários exemplos recentes de que boas HQ´s não têm idade. Vejam só as reedições de Carl Barks, Tintim, etc.

Um detalhe que eu achei interessante foi a série "Picture Stories". Nunca me toquei, mas desde quando a 9a. arte é chamada no Brasil de Histórias em Quadrinhos? Será que pode haver alguma influência?

HQ Experimental disse...

Muito boa a matéria! - me faz lembrar das antigas e boas revistas informativas de quadrinhos!

Jason disse...

Muito boa a matéria. E concordo com o Marcelo de que essas histórias têm um público aqui no Brasil. Aliás, como o leitor de quadrinhos está envelhecendo, tendo hoje um poder aquisitivo maior, as editoras poderiam se beneficiar publicando artistas e histórias de antigamente. Coisas como o material da EC, ou ainda Pogo e Little Nemo, entre outras raridades não disponíveis por aqui. Enfim, sonhar não custa.

Thales disse...

As capas são lindas. Será que existe algum livro só com reprodução das capas?!

Guilherme Kroll disse...

Muito boa a matéria. Pena que o terror nos quadrinhos norte-americanos foi brutalmente assassinado pelo Comic Code, que decerto estará na continuação do texto.

Leniltong X disse...

Excelente matéria! Super!

Alessandro Abrahão disse...

Respondendo ao Thales, existe sim um livro que reproduz todas as capas. O livro chama-se "Tales From The Crypt: The Official Archives". O livro é excelente e além das capas conta toda a história da EC com muita riqueza de detalhes. Para quem é fã incondicional da EC, trata-se de uma prazeirosa e arrebatadora leitura. O preço, no entanto, é um pouco salgado, mesmo usado.

Pode ser encontrado no site "amazon.com". Acho que o livro está fora de catálogo (talvez por isso o preço alto) e parece que só os vendedores credenciados no amazon o tem.

Rafael (Machado) disse...

Muito boa a matéria. Me lembrou o episódio daquela série sobre quadrinhos do Canal Brasil que falava dos quadrinhos de terror nacionais. Um mundo de informações se abriu pra mim nas duas ocasiões. A diferença é que nos EUA, esse paraíso do consumismo, você pode comprar de tudo e há vários livros do Tales From the Crypt no site da amazon, e no Brasil, esse país sem história, você não encontra nem o DVD da série...quem dirá os quadrinhos de terror...Até hoje tenho vontade de conhecer com mais profundidade o trabalho do Flávio Collin daquela época...

Francisco disse...

Condordo com o "Anônimo", equanto as editoras não se interessam pelo material, temos o "formato eletrônico da leitura".

Também, é bom lembrar que a Record publicou uma série aqui no Brasil (no anos 1990) que tive o Prazer de acompanhar na época da publicação. A L&P Também lançou dois álbuns com coletâneas da EC com contos adaptados de Ray Bradbury.

Podem conferir por exemplo no Mercado Livre o material disponível para a compra:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-91604908-cripta-do-terror-n-1-_JM

tuliosiqueira disse...

Realmente não há histórias como as de terror da EC comics. Lembro que elas foram parcialmente republicadas aqui no Brasil nos anos 90, mas em um curto período de tempo. Até hoje eu me lembro de uma história de dois irmãos, um bom e outro mal. Este aqui assassinava e ninguém o punia, o juiz simplesmente olhava para os irmão e dizia 'não posso fazer nada'. Então, o irmão bom dá um jeito nisso: corta sua garganta na frente do espelho. O outro irmão o pega e diz 'por que você fez isso?' e morre também. Por quê? Porque eles eram siameses e é só no último quadrinho que o desenhista revela essa condição. Coisa DE GÊNIO, rara nos quadrinhos atuais.

Anônimo disse...

Parabéns pela reportagem. Minha já antiga vontade em ler quadrinhos da EC Comics só aumentou.

Marco Prates

Jorge disse...

Boa, a matéria. Segue o estilo da EC também, não é? Deixa o leitor com vontade de ler mais. =)

Não conhecia, mas foi bom saber que os quadrinhos dos Estados Unidos já foram além dos super-heróis.

Aguardo a continuação.

Anderson Couto disse...

Foi com grande surpresa que encontrei essa reportagem. Parabéns. Sou um grande fã do estilo EC Comics e tenho as sete edições da Cripta do Terror lançadas pela Record na década de 90. Vivo tentando convencer algum editor a republicar esse material. Será que os direitos ainda estão com a Record?