18 junho 2008

Caminhos do Coração em álbum de fotocards

Por Marcus Ramone

A novela Caminhos do Coração, sucesso da TV Record que narra as aventuras de heróis e vilões mutantes no Brasil, virou tema de uma coleção de fotocards lançada pela Panini.

Com 36 páginas nas quais podem ser coladas as 64 figuras colecionáveis (que apresentam todos os personagens do folhetim), o álbum custa R$ 3,00 e tem distribuição nacional. Cada pacote com três fotocards está à venda por R$ 0,80.

7 comentários:

Chapolesco disse...

Alguém compra isso?

Walmir disse...

Só rertardado.

Flávio Marinho disse...

Na verdade, vende mais que os gibis Marvel e DC da própria Panini...

E se tem gente que elogia (e compra) Batman Grandes Astros, se saísse um Gibi da novela, seria um tremendo sucesso, mesmo que o público leitor de gibi (vamos dizer a verdade, são insignificantes perto do número de espectadores) torcesse o nariz.

Milena disse...

E que "chupada" de Battlestar Galactica foi essa? Caramba, cadê a criatividade desse povo?

Victor disse...

A Marvel não tem representação no Brasil, fora a Panini? Afinal, essa novela é um descarado plágio (e muito ruim, diga-se de passagem) dos X-Men. Diferente dos roteiristas de Heroes, que tem tomado cuidado para não dar ensejo a um processo, essa novela tem até personagens com poderes idênticos aos mutantes de Stan Lee. Bela oportunidade a Marvel está perdendo de tirar uma grana do Bispo Edir Macedo...

Ricardo Malta disse...

Num capítulo de Os Mutantes tem uma garota (que tem o poder de premonição) que diz: "Salvem os bebês, salvem o mundo".

Se isto não é plágio de Heroes ("Save the cheerleader, save the world"), não sei mais o que é.

Parafraseando o Xico Sá, TV sustentada pelo sal dos miseráveis é isso aí.

and cobra disse...

apesar de todas as criticas a novela e um sucesso.e e ridiculo os fas de series em quadrinhos criticarem a novela porque os quadrinhos de super herois sao tao estapafurdios quanto a novela com seus morre renasce e crises sem fim e com roteiros tao ruins quanto a unica diferença e que e produto nacional ai para essa gente so por ser brasileiro ja nao presta.