16 maio 2007

Mais um Sandman a caminho

Mas será o Fim dos Mundos?Devo terminar entre hoje (de madrugada) e amanhã a adaptação de mais um álbum de Sandman, para a Conrad. É o oitavo da série! Putz, parece que foi ontem que a coleção estreou. Essa capa ao lado é gringa, não sei se a editora a usará.

Esta saga saiu pela Globo como Fim do Mundo, mas o tradutor Daniel Pellizzari (um dos maiores "nerds do Sonhar" que conheci, além de ótimo de texto) sugeriu consertar o título para Fim dos Mundos, pois o original é Wolds' End. Correção efetuada!

Pra quem não leu este arco, ou não se lembra dele, são seis histórias fechadas e repletas de referências (e tome trabalho para fazer as notas), que se passam dentro de na Estalagem Fim dos Mundos, um lugar que reúne pessoas de diferentes épocas e lugares.

Enquanto uma tormenta animal rola lá fora, os ali abrigados contam histórias para passar o tempo. Sempre com um pé no reino do Sonhar, lógico.

Gosto muito das HQs curtas do Gaiman, acho que ele dá a elas uma densidade que poucos autores conseguem em seus trabalhos. Este álbum é prova disso.

Durante esse prazeroso (mas cansativo) trabalho, vi algo que tinha esquecido: Mike Allred (o criado do irreverente Madman) desenhou uma das histórias.

Sandman - Fim dos Mundos deve estar à venda nas melhores livrarias, creio, em julho. Até lá, pra não perder a chance, bons sonhos!

3 comentários:

Marcelo Naranjo disse...

Mais uma obra que, quando sair, vai "pro cofre". Ou pra estante, tanto faz...

Amalio disse...

O que acontece na verdade é que você esvazia o cofre para colocar o álbum na estante, hehehe! Também vou comprar, mas antes preciso de Estação das Brumas e Vidas Breves, que eu não consegui comprar ainda. Os outros já estão na estante.

a. disse...

estou com um problemas deveras problemático.
ainda não tive tempo de ler o "vidas breves", dada a quantidade absurda de quadrinhos que tenho comprado ultimamente.

temo que o "world's end" tenha o mesmo destino, ou seja, a minha pilha de revistas.

e o meu problema é que trabalho oito horas por dia, depois vou pra casa e tenho as tarefas do lar para resolver.
e os livros.
e os filmes.

o meu trabalho acaba sendo o problema, já que consome oito horas diárias nas quais eu poderia ler o que compro.

mas para comprar quadrinhos, preciso de dinheiro.

pensei então em outro emprego.

gostaria de ser pago para ler quadrinhos o dia inteiro.

desde já coloco-me à disposição para receber salário para ler quadrinhos.

o preço fica a combinar.
revistas inclusas, óbvio.

grande abraço.
hasta.
a. (de alexandre)