02 novembro 2006

11ª Fest Comix

Não teremos atualização nessa sexta-feira (3 de novembro) no Universo HQ. Portanto, você confere em nosso blog como foi a abertura de mais uma Fest Comix em São Paulo.

O evento já é parte do programa cultural da cidade, e leva milhares de aficionados por HQs e curiosos a se encontrarem, encarar longas filas e gastar aquele “rico dinheirinho” para adquirir seus quadrinhos favoritos.

Espaço sobrando!
Neste ano, a feira mudou de endereço e trocou o saguão do prédio da Gazeta, na Avenida Paulista, pelo tradicional Colégio Marista Arquidiocesano, localizado no bairro da Vila Mariana. Com um espaço maior, ficou mais tranqüilo para os fãs encontrarem as revistas que estavam procurando ou “aquela” promoção que realmente vale a pena.

Um rapaz fantasiado...
e uma garota fantasiada? Mais que isso, os dois brasileiros foram campeões de um torneio mundial de cosplay, realizado recentemente no Japão
Como atração adicional, um casal fantasiado apresentava sua coreografia como nos já tradicionais cosplays. Recentemente, os dois representaram o Brasil num torneio mundial de cosplay, realizado recentemente no Japão, e foram campeões!

Jorge, da Comix
Zé Luiz, da Opera Graphica
Antes de abrir as portas ao público, os responsáveis pelo evento corriam de um lado para o outro ajustando os últimos detalhes, como Ricardo Jorge Freitas Rodrigues, proprietário da Comix Book Shop (organizadora do evento) e Zé Luiz, da Opera Graphica.

Um repórter da Globo...
Dois repórteres da Globo!
Neste primeiro dia, o pessoal da imprensa televisiva também esteve por lá, entre eles os repórteres Márcio Canuto e Ernesto Paglia, da Rede Globo de Televisão.

Estandes com quadrinhos? Tinha pra tudo que é lado!
Diversos estandes divididos por editoras atraíam os interessados, todas merecendo seu “cantinho” com devido destaque. Mesmo assim, alguns produtos ainda não tinham sido colocados à venda.

Vários editores marcaram presença no primeiro dia da Fest Comix, como Odair Braz Junior, Cassius Medauar (Pixel), Marcelo Del Greco (JBC) e a galera da HQ Maniacs Editora. Mas isso era só o começo.

Odair Braz Jr. da Pixel troca uma idéia com Marcelo Del Greco, da JBC
Pietro, do Castelo do Gibi
Foram disponibilizadas atrações à parte do evento principal, como o "seu" Pietro, do Castelo do Gibi, que comercializa quadrinhos antigos, e alguns estandes de arte, ilustração, alimentação etc.

Além de tudo, brinquedos para colecionadores!
Só quadrinhos? Que nada! Também havia as famosas figuras de ação, miniaturas e brinquedos. E tome tentação ao bolso!

Com quatro dias de duração, fica a certeza de que o evento já é um marco do mercado de quadrinhos na cidade de São Paulo.

Aos poucos e depois de enfrentar fila, o pessoal começava a chegar. E comprar!
A expectativa é que, aos poucos, a Fest Comix passe a ter como atração não só a venda de revistas em quadrinhos com descontos, mas uma maior interação entre editoras, artistas e fãs, como já acontece em eventos similares de países da Europa e América do Norte, principalmente.

Cronograma de lançamentos, autógrafos com artistas nacionais e (quem sabe) internacionais e novidades exclusivas podem tornar esse acontecimento um marco não só para São Paulo, mas para todo o País. Vamos torcer por isso.

Comprei alguns quadrinhos. Tinha como resistir?
Quadrinhos, quadrinhos, quadrinhos... O lance é procurar e encontrar “o desconto" que faça valer a pena o investimento de sua grana... Como você confere na imagem, em função das maravilhosas edições luxuosas, acabei comprando poucos produtos que, com certeza, garantirão uma prazerosa leitura neste feriado. Boa feira, pra quem ainda não foi!

10 comentários:

Zé Fernando disse...

infelizmente esse ano vou ficar só navontade mesmo.... mas quem sabe no ano que vem...
e só para constar, esse casal que apresentou o cosplay é capeão do world cosplay summit desse ano..
até mais e parabéns pelo blog

Guilherme disse...

Foi minha primeira vez numa Fest Comix. E achei muito legal. Com certeza os descontos valeram a pena! Agora uma pergunta: Ouvi dizer que sábado vai haver uma série de palestras. Entre elas uma da Pixel. Será que eles anunciam o contrato da DC?

resiak disse...

Na Folha saiu que no sábado o Gonçalo Júnior vai lançar um livro. É o "Biblioteca dos Quadrinhos".

alexandre ribeiro disse...

eu fui.
estou em extase até agora.

na fila do caixa vi um cara mais corajoso, vi o canhoto de 474 reais. esse cara é um dos meus ídolos agora.

e a partir de ontem eu odeio o castelo do gibi.

o desgraçado do pietro tinha a série completa de grandes heróis marvel, série que eu também tive.

precinho camarada? 390 reais o pacote fechado.

eu tive a pachorra de perguntar se ele tinha a série de superaventuras marvel. ele confirmou.

infelizmente, conversando com o pessoal da loja, falaram que as séries da devir de astro city e preacher estão suspensas.

fora essa falta, valeu muito a pena ter ido lá e feito a feira( níquel náusea, top ten, tom strong, sandman, lja, sh#46, steve niles e alguns outros especiais).

gastei feito gente grande e estou me sentindo feito uma criança que acabou de ganhar um brinquedo novo.


não gastei tanto assim.

Douglas disse...

Ei, Alexandre Ribeiro...

Se vc está assustado com o valor que o cara gastou em gibi, comigo aconteceu pior...

Aqui em Natal-RN na loja de minha amiga Milena um sujeito tinha encomendado quase toda a coleção de KEN PARKER da Tapejara: Total R$ 900,00.

Como se não fosse pouco ele viu a edição de JONAH HEX: SHOWCASE e perguntou, — Quanto? Resposta: R$ 89,00! Ele então continuou, — Me dê essa também.

TOTAL: R$ 989,00

Eu passei uma semana em depressão e na semana seguinte eu o vi novamente fazendo outra feirinha numa banca.

Depois descobri que ele era JUIZ.

alexandre ribeiro disse...

o que arrependo de não ter comprado... a série arthur da ediouro/pixel. os livros do mutarelli. os segundos volumes de top ten e tom strong. pensei em talvez voltar lá amanhã, sábado. mas aconteceu de ver o volume the eternals omnibus by jack kirby na amazon.com com 37% de desconto. feliz natal pra mim.

Hotcity Comics disse...

900 mangos no Ken Parker???
Minha santa aquerupita!

Vou parar com tudo oque estou fazendo agora e ir estudar direito. Preciso de um trampo desses ai de juiz. Hehe

Sobre a Fest Comics, infelizmente pra mim só no ano que vem.

Alan Bariani

Milena Azevedo disse...

Olá, pessoal! Sou louca pra ir a uma Fest Comix, mas um dia terei a oportunidade (quem sabe no próximo ano?). Certamente iria gastar horrores, comprando para a minha coleção e para a minha loja, a GHQ, possibilitando descontos para os clientes, claro! Ah, quero fazer um complemento quanto ao comentário do Douglas (sei que ele presenciou o fato do cheque de R$ 900 e tal, e na hora em que eu perguntei: podemos fazer em três vezes, e meu cliente disse: quero pagar à vista!). Lembro que esses valores polpudos só acontecem raramente (até eu me surpreendi). Mas, o cara é realmente juiz, ganha um bocado e é colecionador exigentíssimo. O negócio, Alan, é batalhar...

Guilherme Kroll disse...

Eu achando q gastei muito com 240 mangos...

Fora isso, o evento foi rox!

Cassius disse...

Eu gastei 230, ganhou de mim, guilherme, hehehe.
abraço!!