17 julho 2009

Mauricio 50 anos



As comemorações dos 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa estão esquentando. Neste fim de semana, por exemplo, a exposição comemorativa será inaugurada no MuBE.

E hoje o Universo HQ faz uma homenagem com uma leva de 20 resenhas que tem Mauricio como tema.

É, pensando bem, uma homenagem meio torta - porque o pessoal elogia quando tem que elogiar, mas também não se exime de apontar erros e falhas. Mas esse é o jeito que o UHQ tem de mostrar o quanto curte quadrinhos: com crítica, com uma postura firme, com severidade, mas também com muito carinho.

Nossa crítica sincera é, portanto, a forma de dizer o quanto todo mundo aqui respeita e admira o trabalho de Mauricio e de toda a sua equipe - que conta com o próprio editor-chefe do site, Sidney Gusman.

Em tempo, cabe avisar que Sidney, em nome da isenção, optou por não participar desta celebração, o que é justo e compreensível.

Agora é a sua vez: os comentários estão à disposição.

7 comentários:

BLOG DO XANDRO ® disse...

A edição inesquecivel pra mim foi a revista Mônica 30 anos,tenho até hoje a original que siu em nopvembro de 1993,abraço do XANDRO e parabéns ao Mauricio de Sousa pelos 50 Anos...

www.blogdoxandro.blogspot.com

Daniel "Gargula" Braga disse...

O maior nome de nosso universo nacional tem de ser celebrado sempre!!!!

Parabéns pelas conquistas!!!

Fabio Negro disse...

Tão gênio quanto Lobato ou Ziraldo.

Apenas menos 'entendedor' e mais 'sentidor' do universo infantil que os dois acima.

Já fui um fã apaixonado, hoje sou admirador convicto!

Amalio Damas disse...

O que dizer de Maurício de Sousa? O nosso Walt Disney. O único cara no mundo que só deixou seus personagens tornarem-se adolescentes cinquenta anos após sua criação. Poderia dar aulas para a Marvel e para a DC. Enfim, parabéns é pouco. Nunca na história desse país tivemos um autor de quadrinhos tão importante.

Ricardo Soathman disse...

Olá Nasi, e pessoal do UHQ;

Eu relutei um pouco para emitir uma opinião sobre o Mauricio de Souza, porque, DE VERDADE, não sei o que dizer sobre o cara.

Tá, eu poderia ir ao lugar comum e elogiar sua vida, sua carreira, e, o sucesso que ele fez, indiscutivelmente, com QUADRINHOS, no BRASIL. Se isso não fizer do cara um fenômeno, nada que eu disser vai eleva-lo a esse patamar, não é?

Mas, eu realmente gostaria de falar sobre o inconformismo, a dedicação, que, menso que seja inadvertidamente, criou um INDUSTRIA de QUADRINHOS, que publica, tem público e é rentável. Não sei se os quadrinhos, se os produtos licenciados, mas o fato é, a Mauricio de Souza é uma empresa que inspia muitos de nós a continuar tentando achar aNOSSA própria solução.

As vezes é complicado, o risco é grande, mas, quando você olha no horizonte cases como o do Maurício de Souza, você ACREDITA.

E isso... É... Honestamente, o que de melhor a atuação do Mauricio fez pelo mercado nacional de quadrinhos. E é por isso, que eu quero parabenizá-lo. Não por uma data, não pelos erros ou acertos, mas por NUNCA ter abandonado o mercado nacional.

Os ultimos 50 anos estiveram muito bem acompanhados, pelo Maurício, pelo Horácio, a Mônica, toda a turma... E daí a pergunta... E os próximos 50 anos?

Homens vem, e vão, mas suas criações vivem, assim como seus ATOS!

Parabéns a todos os profissionais da MSP!

Abraço a todos.

Ricardo Soathman

Miltão disse...

Queria só deixar uma dica: por que vocês não fazem uma lista com os melhores podcasts sobre HQ's?

Abçs e continuem com o excelente trabalho.

Milton

Bruno Fernandes Alves disse...

Leio os quadrinhos da turminha desde os cinco anos de idade (aprendi a ler com eles) e já ri e me emocionei muito com as hq's do Maurício e equipe; mas a hq que não sai da minha cabeça é aquela onde o Astronauta descobre que Ritinha, seu amor, casou com outro. Não pela situação do personagem (que é triste mesmo, coitado), mas pela ousadia da MSP em quebrar a tradição do mocinho e a mocinha sempre acabarem juntos, pelo menos para este gênero de quadrinhos.
Parabéns ao Maurício e a toda sua equipe por fazerem história!!!