27 janeiro 2009

Mais problemas na DC Comics?

O site da DC Comics sumiu misteriosamente com o nome de seu homem-forte, Dan Didio, depois da sua última atualização.

Na página sobre a editora estão listados os nomes de vários executivos, como Paul Levitz, por exemplo, mas Didio não está lá.

Didio, vice-presidente editorial da DC Comics, tinha um contrato com a DC que venceu em outubro de 2008, mas, na época, parece que a editora fez a renovação, apesar das críticas crescentes ao trabalho.

Pode ser apenas um erro, um simples engano ou um sinal de as coisas na DC estão piores do que se imagina (vide as demissões e os problemas da Mad).

Por enquanto não há nada de concreto. Vamos aguardar os acontecimentos nos próximos dias.

9 comentários:

Toni Rodrigues disse...

Não gosto de desejar isso a ninguém, mas tomara que ele tenha perdido o emprego. Durante sua gestão, a DC só fez piorar. As histórias nunca estiveram tão ruins e ao invés de patrocinar boas historias e bons desenhos eles ficam inventando "crises" e "contagens regressivas para crises".

Carlos EJT Vázquez disse...

Isso pode ter sido tanto uma má (demissões... crise financeira....) quanto uma boa (mudança para melhor no rumo da editora com a saida do Didio) notícia.
Ou pode não ser nada e o estagiário esqueceu de colocar o nome do chefe lá!

Eduardo Nasi disse...

A fase do Didio também rendeu grandes histórias, como Grandes Astros - Superman, Kryptonita (e outras do Superman) e a fase atual dos Lanternas Verdes. Mas a Inquisição dos Fanboys já o condenou julgando apenas os erros - e o veredito desse grupo costuma ser irreversível.

Letício R. disse...

Quer dizer que as pessoas não devem ser punidas pelos seus erros, se fez coisas boas? Boa, vou mandar meu advogado usar esse argumento no Tribunal...

Eduardo Nasi disse...

Não sabia que ele tinha cometido um crime para ser punido. Sabe duma coisa? No mundo real, editar maus quadrinhos é só uma burrice, e ser burro não é crime.

Toni Rodrigues disse...

Como assim "fanboy" Eduardo? Leio HQ há exatos 38 anos, desde o tempo em que HQ era 8ª arte e não 9ª, então posso dizer que já vi outras fases boas e ruins na DC, mas NENHUMA que no conjunto tenha sido tão ruim quanto a esta que atravessamos agora. No meio de tudo isso, tem sim histórias boas como a All Star Superman, mas dá pra dizer o mesmo de 52? E dos 7 soldados da vitória e dos Countdowns? Ou até da All Star Batman?
Convenhamos, o prato da balança com o que é ruim anda bem mais pesado do que o lado com o que é bom.
Não por acaso, eles estão apanhando da Marvel, como já não apanhavam há um bom tempo. Claro, esta é minha opinião, você pelo visto não acha o mesmo. Se os "fanboys" como vc diz, tendem a concordar comigo desta vez, fazer o que , né?

Eduardo Nasi disse...

Toni, depois de 38 anos você já deve saber que historicamente os bons títulos de super-heróis são sempre as exceções de uma época. O lado ruim da balança sempre pesou. Só que os ruins a gente acaba esquecendo.

Não vou nem entrar nas discordâncias de 52, 7 Soldados e All-Star Batman, porque o importante é que você reconhece que há outros títulos bons.

Vide o próprio exemplo que você dá: tem coisas ótimas lá, claro, mas tem Miss Marvel, Cable & Deadpool, boa parte dos títulos mutantes, o meião embolado de Hulk Contra o Mundo, A Iniciativa e por aí vai...

Eu nunca disse que defendo o Didio e a sua fase, só acho que ela não é muito diferente de outras.

Franchico disse...

Eu gostei de 7 Soldados da Vitória. Não entendi bulhufas, mas achei ge-ni-al. (OK, podem jogar os tomates...)

Natanael Floripes disse...

As melhores fases da DC para mim foram quando Carmine Infantino assumiu o cargo de publisher no fim dos anos 60 e quando Dick Giordano se tornou Executive Editor no começo dos anos 80. Prá quem não se lembra da fase de Giordano, foi quando surgiram materiais como Watchmen, Dark Knight, o Questão de Denys O´Neil e Denys Cowan, o Sombra de Howard Chaykin, Don Newton desenhando Batman, George Perez desenhando Mulher Maravilha etc.