20 abril 2008

Teaser trailer do Spirit

A gravata ficou show.

15 comentários:

Guilherme Neto disse...

Show? Pelo trailer, dá pra perceber que o filme vai ser tão entediante quanto Sin City.
Eu nunca li Sin City pra ver se o original já era chato, até tenho vontade, mas o filme...

Quanto a Spirit, também nunca li. Mas já li outras boas histórias do Will Eisner, acredito que Spirit tenha sua qualidade mas que, infelizmente, vai se perder e ficar entediante na tela do cinema.

Eduardo Nasi disse...

Bem, se você reparar, eu nem falei do resto, e concordo com você em praticamente tudo que foi dito.

Mas o que você achou da gravata?

Guilherme Neto disse...

Achei a gravata ridícula.

Tipo, Sin City valeu como experimentação, como uma nova possibilidade, combinação de artes. Talvez ficasse legal em um curta-metragem, mas em Sin City não ficou.

Tudo parece irreal demais, é impossível imergir e acreditar na história. Fora que aqueles monólogos típicos do Frank Miller (e de muitos outros autores da Marvel e DC) já são chatos em HQ, o que dirá em um filme.

No trailer de Spirit já tem um monólogo, ou seja, já é entediante, não empolga nem um pouco. A gravata só dificulta uma imersão na história. É uma pena.

Espero muito mais de Watchmen (esse eu li a HQ).

msnicola disse...

Puro Miller, falta Will Eisner! Deviam ter feito esse filme quando o Eisner ainda tava vivo!

Hugo Nanni disse...

Perdemos o gênio de "All Star Batman & Robin" para esta "obra prima".
Depois de 300 eu acredito em qq merda.

Flavio Luiz disse...

Frank Miller teve a chance de agradar a todo o universo de leitores de HQ homenageando o grande Will Eisner e seu querido THE SPIRIT.Porém pelo que eu ví das fotos e do teaser trailer,vai ser um "genérico" de Sin City.É a velha historia do EGO falando mais alto...E por que DIABOS ele substituiu o azul caracteristico do terno do Spirit pelo"pretinho básico sincity"???Tá parecendo o clipe do Lulu Santos !!!Sou mais o Spirit do Darwin Cooke!

Eric disse...

Concordo. Sin City parecia muito legal até antes de eu assistir. Depois percebi que era um saco aquela narração em off.

O legal do Spirit eram as experiências que o Will Eisner fazia em termos de narrativa e até era meio cômico, de vez em quando.

Muitas vezes a história era focada em algum coadjuvante, não no protagonista. O trailer sugere que o filme vai ser exatamente o oposto. "Eu sou um cara sofrido e linha dura, tenho uma gravata vermelha e minha cidade precisa de mim."

Sidney Gusman disse...

Putz, não bastava tudo que o Miller tem cagado no Batman? Precisava macular o Spirit?

Acho que o Eisner vai virar no túmulo!

Salvador Camino disse...

É como eu comentei no ambrosia.com.br. O filme está Sin City e não The Spirit, ou então ele devia ter mudado de Will Eisner's Spirit para Frank Miller's Spirit.

Acho que o Miller está se achando o Deus dos quadrinhos/cinema. O que é péssimo para a carreira dele.

Pacha Urbano disse...

Eu sei que eu vou dizer isso e vão me espancar, mas nunca achei o Frank Miller bom. O pessoal paga o maior pau pra ele e não o acho estas coisas. Tenho certeza que ele vai cagar o Spirit de ponta à cabeça. Começou mostrando a cara do Octopus. Que acho que ele vai nos fazer acreditar que é o verdadeiro e no final o Samuel L. Jackson morre e a luvinha do Octopus aparece em algum lugar, como sendo o original. Ou seja, clichê como tudo o que o Frank Miller faz.

Marcos disse...

Para ver o mal que o cineasta Robert Rodriguez fez ao chamar o Frank Miller como co-diretor do interessante "Sin City" (definitivamente os quadrinhos são muito melhores). Tenho várias edições do Spirit e a mácula em transpor para o cinema um personagem tão maravilhoso e a mitologia revolucionária promovida pelo genial Will Eisner vai render uma bela dor de cabeça a Lions Gate (produtora do filme, se é que eles vão se importar com isso). Para dizer que não sou tão ranheta, eu gostei da foto da Eva Mendes toda "apertada" em couro preto.

Liber disse...

Do Miller eu gosto muito, muito mesmo, do Demolidor e do Cavaleiro das Trevas.
Acho que Sin City tem textos ruins de doer e o mesmo vale pra 300.
Quanto a Batman All Star e o Cavaleiro das Trevas 2... sem comentários.

Acho que o Miller é como um bom e velho cão de caça que foi acometido por uma doença terminal. Alguém deveria sacrificar o pobre animal. (Tento fazer um comentário no nível dos trabalhos que ele tem feito).

mariusdioliveira disse...

Spirit goes to Sin City... pela madrugrada...
Isso deve ficar tão bom quanto o CT2 e o All-Star Batman e Robin...

Aleverson Ecker disse...

Que gravata o quê? Gravata show era do "calma, cocada"! hehe!

Marcos disse...

Não vou cuspir no prato que comi durante anos na minha adolescência quando fiquei maravilhado com os primeiros arcos de história do Demolidor (publicados em formatinho no Brasil na extinta Superaventuras Marvel - Editora Abril), e Miller revolucionou a HQ com a sua cinemática de desenhar e distribuir quadrinhos, no início até meados da década de 80. Considero "Cavaleiro das Trevas" um clássico e as primeiras edições de "Sin City" muito boas. Mas depois disso parece que ele entrou num processo de auto-referência e egolatria tremenda. Nada justifica aquela besteira que é "Cavaleiro das Trevas 2" - e olha que eu conheço gente que é fã do troço -. Acompanho "Batman All Star" e aquilo é um despropósito sem tamanho - Batman é retratado como um psicopata, nada daquele conceito maravilhoso que ele, Frank Miller, criou em "Batman Ano Um". Vai entender uma incoerência dessa. Não espero grande coisa do futuro de Miller como roteirista de quadrinhos e como cineasta, ainda acho que o complexo de utilizar "fundo verde" só serve para poucos. Gravata por gravata, ralmente, a do "Cocada" é melhor. Quá!Quá!Quá!Quá!Quá!Quá!