16 abril 2007

O que estamos lendo

Estamos estreando hoje esta nova "seção" do Blog Universo HQ. Na verdade, trata-se de um espaço para que a gente comente de forma rápida a respeito dos quadrinhos que estamos lendo.

Che: não curtiNada tão extenso quanto fazemos nos reviews do site, apenas uma rápida opinião sobre o que está achando.

Então, como a idéia foi minha, eu começo, com três leituras recentes.

Che (Conrad): não curti. E não me surpreendi com isso. Afinal, um coreano contando a pretensa biografia de um revolucionário sul-americano não podia resultar em nada brilhante. O ritmo da narrativa é truncado e o clima oscila entre o sério e piadinhas tolas.

XIII # 8: queda na qualidadeXIII # 8 (Panini): sou fã da série, que vinha muito intrigante. Mas neste álbum o roteirista Jean Van Hamme dá uma chutada no balde, ao tentar outra reviravolta na trama sobre a identidade do protagonista. Acho que esse papo já deu. Além disso, o climão fica muito 007 quando o XIII dá uma sapecada numa assassina profissional contratada para apagá-lo e ela (adivinhe!) se apaixona e acaba ajudando-o. Tomara que no próximo tomo (que deve ser o último da série, compilando dois livros inéditos que devem sair na Europa este ano) o autor consiga amarrar as muitas pontas ainda soltas.

Aldebaran # 5: em altaAldebaran # 5 (Panini): aqui ocorre o inverso de XIII. Nos álbuns anteriores, o brasileiro LEO espalhou tantos ganchos para futuros desdobramentos, que parecia que não conseguiria usar todos. Errado! Neste tomo, ele não só começa a costurar a trama, como o faz num ritmo envolvente. O leitor se sente tentado a descobrir logo o que rolará com a protagonista Kim. A introdução de um novo personagem e a morte de outro também garantem bons momentos. Como a série nacional alcançou a estrangeira, o jeito é ter paciência para esperar os próximos capítulos. Sobre a edição, uma pena que tenha falhas feias na impressão.

3 comentários:

Guilherme disse...

Ótima iniciativa Sidney! Isso abre espaço para que nós, leitores do UHQ, também possamos comentar. Che, não li pela mesma premissa que você citou. XIII eu gosto muito, mas por questões de logística ($$) ainda estou no quinto livro. E quanto a Aldebaran, quando do seu lançamento, não dei muita bola, pois a premissa não me parecia muito interessante. No entanto, após ótimas críticas resolvi arriscar... E que ótima surpresa! Prendeu demais minha atenção, e esta quinta edição é sensacional! Pena mesmo que a impressão tenha falhas... Agora uma dúvida: a Panini tem ainda contrato para as próximas edições? Não entendo muito francês, mas vi no site da Dargaud, em novidades, a bela capa de ANTARES - Episódio 1, também do LEO, que pelo jeito também faz parte do mundo de Aldebaran.

Sidney Gusman disse...

Guilherme, Antares é a continuação da série que vem saindo. Vamos torcer pra Panini continuar publicando.

ABraço

Guilherme disse...

Sou fã de Aldebaran, mais do que de XIII. Uma pena uma Hq tão legal sair com tantos problemas de impressão. Deu vontade de devolver e pegar o dinheiro de volta, mas não quero deixar um buraco na minha coleção. O foda é q se todo mundo fizer igual, vai ficar por isso mesmo...