15 novembro 2008

Morreu Claudio Seto


Fiquei sabendo há pouco pelo Franco de Rosa: às dez e meia da manhã de hoje, Claudio Seto se foi. Estava hospitalizado em virtude de um derrame. Mas a notícia me pegou de jeito.

Ele era, para mim, um dos maiores mestres do quadrinho nacional, que, neste ano, foi justamente reconhecido na premiação do HQ Mix, que homenageou diversos descendentes de japoneses. Conheci o Seto em 1991, na Gibiteca de Curitiba, quando participei da oficina de quadrinhos no Enecom daquele ano. Já o admirava havia alguns anos, desde que tive a chance de entrar em contato com alguns de seus materiais da Grafipar, como o espirituoso Maria Erótica.

Com a morte de Claudio Seto hoje, fico órfão dos três grandes mestres que conheci em meu início de carreira: o próprio Seto, Gedeone Malagola e Waldir Igayara de Souza (o primeiro homem a botar fé no trabalho que eu, Giassetti, Jean, Dennis e Miranda fazíamos).

Ficam as lembranças boas e suas histórias, muitas delas marcantes para a época, e que mereciam uma reedição bem cuidada por uma boa editora.

8 comentários:

Natania Nogueira disse...

Soube que ele estava internado... é realmene uma pena perder mais um talento dos quadrinhos.

Cláudia Dans disse...

Não conheci o trabalho do Seto, mas mesmo assim fiquei triste!!!

Galerias disse...

sobre Claudio Seto:
http://www.kotatsu.com.br/wiki/doku.php?id=mangas_brasileiros
http://grafipar.blogspot.com/2006/12/entrevista-com-cludio-seto.html
http://www.parana-online.com.br/editoria/mundo/news/24278/
http://www.alanmooresenhordocaos.hpg.ig.com.br/entrevistas152.htm
http://www.educacional.com.br/entrevistas/interativa/alunos/entrevista031.asp
http://www.guiadosquadrinhos.com/artistabio.aspx?cod_art=1491
http://www.abrademi.com/news_primeiros.html

Ninja, o Samurai Mágico
http://www.4shared.com/file/61790444/45ff7b4e/Ninja_O_Samurai_Mgico_n_01_-_EDREL_-_1967_Alvarez.html89
ele era influênciado por Osamu Tezuka e Sampei Shirato (criador do Samurai Kid).
o Brasil é um país sem memória.

Lucas Pimenta disse...

Que ano complicado... mais um mestre... e dessa vez o meu melhor no Brasil!

José Aguiar disse...

Eu fui aluno dele.Foi muito triste e inesperado o que aconteceu. Eu postei uma homenagem em meu blog.
http://joseaguiar.com.br/blog/

Toni Rodrigues disse...

Mas qual dos gêmeos morreu? O Cláudio ou o Chuji? Eles se revezavam, ao que consta até nos quadrinhos (num dos sites acima tem a história dessa confusão).

Mário David disse...

Sem dúvidas, Cláudio Seto foi e sempre será uma grande referência para os quadrinhos brasileiros, especialmente para os de estilo mangá aqui produzidos. Um nome que minha geração não conhece bem, mas que sempre irei lembrar.

JRP disse...

Há mestres demais e discípulos de menos.