31 outubro 2012

Melhores e piores de outubro

Outubro terminou com muitos bons lançamentos, tanto no mercado de bancas e livrarias, quanto no cenário independente.

Então, é hora de conhecer os melhores e piores do mês, na opinião da equipe do Universo HQ, que neste mês está desfalcada de Sérgio Codespoti e André Sollitto.

O campeão de indicações do mês (com impressionantes nove lembranças) foi Monstros!.

Vale lembrar: as opiniões são pessoais e não precisam ser sobre um lançamento do mês.

Não há limite para as indicações dos melhores, que não são listados necessariamente em ordem de preferência; e nem pros piores.

Sidney Gusman

Melhores: 100 Balas – Volume 1 – Atire primeiro, pergunte depois (Panini);
100 Balas – Volume 2 – Segundas chances (Panini);
100 Balas – Volume 3 – Laços de sangue (Panini);
100 Balas – Volume 4 – Inevitável amanhã (Panini);
100 Balas – Volume 5 – ¡Contrabandolero! (Panini);
100 Balas – Volume 6 – O detetive enquadrado (Panini);
100 Balas – Volume 7 – A sete palmos (Panini);
100 Balas – Volume 8 – Samurai (Panini);
100 Balas – Volume 9 – Noites de jazz (Panini);
100 Balas – Volume 10 – Vidas dizimadas (Panini);
100 Balas – Volume 11 – Decaído (Panini);
20th Century Boys # 1 (Panini);
Monstros! (Quadrinhos na Cia.);
Minha madrinha bruxa (NewPop);
The Spirit – Mais aventuras (Devir);
Creepy – Contos clássicos de terror (Devir);
Valente para todas, de Vitor Cafaggi (independente);
Grandes Astros - Superman (Panini);
Quadrinhos A2 – Volume 2, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko (independente).

PiorA Era do Apocalipse - Volume 3 (Panini).

Marcelo Naranjo

Melhores: 20th Century Boys (Panini);
A Máquina de Goldberg (Quadrinhos na Cia.);
Astronauta - Magnetar (Panini);
Monstros! (Quadrinhos na Cia.);
Minha madrinha bruxa (NewPop);

Pior: Beelzebub (Panini).
Marcus Ramone

Melhores: Batman Especial - O Cavaleiro das Trevas (Panini);
Ouro da Casa (Panini).

Pior: nenhum.
Samir Naliato

Melhores:

Neonomicon (Panini);
WE3 - Instinto de Sobrevivência - Edição Definitiva (Panini);
Grandes Astros do Faroeste (Panini);
Dark # 3 (Panini).

Piores: Universo DC # 4 (Panini);
Tropa dos Lanternas Vermelhos (Panini).
Eduardo Nasi

Melhores: Are you my mother? (Houghton Mifflin Harcourt);
A máquina de Goldberg (Quadrinhos na Cia.);
Mas podemos continuar amigos... (Zarabatana);
Monstros! (Quadrinhos na Cia.).

Pior: nenhum.
Guilherme Kroll Domingues

Melhores: Valente para todas, de Vitor Cafaggi (independente);
Petisco Apresenta 1 (independente);
Astronauta - Magnetar (Panini);
20th Century Boys # 1 (Panini).

Pior: nenhum.


Ricardo Malta Barbeira

MelhoresLobo Solitário # 4 (Panini);
Lobo Solitário # 5 (Panini);
Calvin & Haroldo - Deu "tilt" no progresso científico (Conrad).

Pior: God of War (Panini).
Delfin

Melhores: Carnet de Voyage, de Craig Thompson (Top Shelf);
Bátima (Dependentes);
Kowalski 2 (Dependentes);
Valente para todas, de Vitor Cafaggi (independente);
Quadrinhos A2 - Volume 1, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko (independente);
Quadrinhos A2 - Volume 2, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko (independente);
Felinos, de Ricardo Vibranovski e Anderson B. (independente);
Angela della Morte (Zarabatana);
Wimbledon Green, de Seth (Drawn & Quarterly);
Modelo vivo, de Liber Paz (independente);
Monstros! (Quadrinhos na Cia.);
Como na quinta série (Balão).

Piores: Micrographica, de Rene Fresch (Top Shelf);
Freud (Quadrinhos na Cia.).
 
Lielson Zeni

Melhores: Monstros! (Quadrinhos na Cia.);
Love & Rockets - Lôcas - Maggie, a mecânica (Gal);
A máquina de Goldberg (Quadrinhos na Cia.);
Quadrinhos A2 - Volume 1, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko (independente);
Como na quinta série, de DW (Balão).

Pior: nenhum.

Diego Figueira

MelhoresAstronauta - Magnetar (Panini);
Valente para sempre, de Vitor Cafaggi (independente);
Valente para todas, de Vitor Cafaggi (independente);
Ken Parker – Filhotes (CLUQ);
Ken Paker - A Lua da Magnólia em Flor (CLUQ);
O Gato do Rabino #1 - O Bar-Mitzvah (Jorge Zahar).

Pior: nenhum.
Ronaldo Barata

MelhorMonstros! (Quadrinhos na Cia).

Pior: nenhum.
Zé Oliboni

MelhorMonstros! (Quadrinhos na Cia);
Bakuman # 14 (JBC).

Pior: nenhum.









Liber Paz

Melhores: El Síndrome Guastavino (Reservoir Books);
Ex Machina - Os sinos da despedida (Panini);
DC + Aventura # 5 (Panini);
Monstros! (Quadrinhos na Cia);
Quadrinhos A2 - Volume 1, de Paulo Crumbim e Cristina Eiko (independente);
A máquina de Goldberg (Quadrinhos na Cia.);
Capa Preta, de Gustavo Ravaglio e Her Ming Hsu Yen (independente);
Last RPG Fantasy (L. Limão);
Como na quinta série, de DW (Balão);
Valente para todas, de Vitor Cafaggi (independente).

Pior: nenhum.

Milena Azevedo

Melhores: The Collected Essex County (Top Shelf);
Astronauta - Magnetar (Panini);
Monstros! (Quadrinhos na Cia.);
Asterix e seus amigos (Record);
Kus! # 11 (coletânea independente letã);
Maturi # 6 (independente);
Café Espacial # 11 (independente);
Life Sucks (Square Fish).


Pior: nenhum.


Marcus Vinícius de Medeiros

MelhoresSuperman # 5 (Panini);
Justice League - Generation Lost - Volume 1 (DC);
Justice League - Generation Lost - Volume 2 (DC);
Grandes Astros - Superman (Panini);
Darth Vader and Son (Chronicle Books);
Ender´s Game - Ultimate Collection (Marvel);
Conan - A filha do gigante de gelo (Mythos);
Almanaque do Louco # 4 (Panini);
Almanaque Bidu e Mingau # 9 (Panini).

Pior: Lanterna Verde # 5 (Panini).

8 comentários:

Jon Natan disse...

Olá, sempre acompanho o blog e queria dar algumas sugestões para incrementar esses posts dos melhores do mês:
- cada um da equipe escolheria o seu destaque do mês e descreveria suscintamente o motivo da escolha;
- colocassem um quadro com os principais lançamentos do mês e cada membro daria uma nota de 0 a 10;
- cada um colocasse em ordem de preferência a sua lista dos melhores e piores do mês.

ars351 disse...

parabéns, gusman, por ter conseguido ler todos os 100 balas num mês só. vixemaria.

ídolo de milhões.

Eduardo Nasi disse...

Jon,

Acho que do jeito que está já dá bastante trabalho. :)

Mas não é só isso.

De minha parte não vejo muito sentido em encher o post de notas e comentários. Como você pode perceber, um dos méritos da lista é a diversidade de títulos - e de leitores! São perfis diferentes de gente lendo. Títulos que eu incluí não foram citados por outros colegas. E vice-versa. São gostos e critérios diferentes. Acabaria como naquelas listas coletivas de melhores do ano: um título que muita gente considera meia-boca às vezes ganha porque, na média, ele aparece em mais listas que títulos mais radicais eleitos por pouca gente.

Sempre me parece um bom senso deixar algum trabalho pro leitor, que tem que ter na lista mais um ponto de partida do que um guia do que deve ser lido.

Sobre comentários, eventualmente alguns colegas falam aqui nos comentários sobre os títulos. E há as resenhas do site.

Vou aproveitar a deixa e retomar esse hábito:

Are you my mother? - É da Alison Bechdel, que teve seu Fun Home lançado no Brasil. Fun Home era sobre o pai dela. Are you my mother? não é exatamente sobre a mãe, mas sobre o processo de psicanálise, Winnicott e como a mãe dela aparece na história. É maravilhoso, tem um papel de destaque nos muitos quadrinhos que li na vida.

A máquina de Goldberg - Eu acho o FIdo Nesti um acontecimento. Fico feliz só de poder ter outra HQ longa dele pra ler. E o álbum é ótimo, muito divertido.

Mas podemos continuar amigos... - Às vezes eu me pergunto se tem algo ruim no catálogo da Zarabatana. Acho que não. Mawil é uma aquisição magnífica pra editora. É divertido e trágico como uma comédia romântica.

Monstros! - Num tuíte, defini Monstros como Godzilla meets Buster Keaton em Santos. E é isso, com o talento imenso que o Gustavo Duarte tem como narrador.

Sidney Gusman disse...

Jon, o Nasi resumiu bem. Concordo com ele. Desse jeito, já tem gente do mercado que faz um mimimi danado, imagine elencando.

ars351, foi graças ao feriado. E vou te dizer: ler todos os 100 Balas na sequência deixa a série ainda mais legal.

elienay disse...

comprei o 1º volume da era do apocalipse e desisti de acompanhar o resto

Ivan Linares disse...

Quanto `a "Era do Apocalipse", diria que o problema maior é eles colocarem as minisséries derivadas no meio do material principal. Cronologicamente (odeio essa palavra!) pode ser correto, mas esses textos paralelos na maioria das vezes entregam acontecimentos que se verá nas histórias seguintes.

Sem falar que acho caro. São mais de 650 páginas (só do principal; com as paralelas devem dar umas 800). Quem sabe uma encadernação normal de banca não seria a mais indicada?

marcos ayron disse...

o mundo de apocalipse só estou comprando por compulsão. Mas esse Superman vale os centavos investidos.

Justin disse...

So uma observacao: estamos no fim de 2012, ano em que Tarzan completou 100 anose nao tivemos nenhuma edicao comemorativa e mesmo o Universo HQ nao fez uma materia sobre este evento...