31 julho 2010

Melhores e piores de julho

Julho terminou e, sem lero-lero nem vem cá que eu também quero, é hora de conhecer os melhores e piores do mês, na opinião da equipe do Universo HQ.

Vale lembrar: as opiniões são pessoais e não precisam ser sobre um lançamento do mês.

Não há limite para as indicações dos melhores, que não são listados necessariamente em ordem de preferência; e nem pros piores.

As dez primeiras histórias de Jessica Jones, num belo encadernadoSidney Gusman

Melhores: Lucky Luke - O homem de Washington, de Laurent Gerra e Achdé e Lucky Luke – Oklahoma Jim, de Jean Léturgie e Pearce, da Edições Asa, Mitos Marvel, Demolidor - A queda de Murdock e Alias (Panini), Gefangene - Sem saída (Zarabatana) e Mumin (Conrad)

Piores: Trindade # 11 e # 12 e Dreamwar - Sonhos de Guerra # 3 (Panini)

Mais um mês em que o Codespoti deixa os leitores brasileiros babando com o que anda lendoSérgio Codespoti

Melhores: Moi, Dragon - Volume 1, de Juan Gimenez (Le Lombard), W.E.S.T. 2, de Rossi, Dorisson e Nury (Dargaud), Daredevil - Return of The King, de Ed Brubaker, Michael Lark e David Aja (Marvel) e Hellboy - The Wild Hunt, de Mike Mignola e Duncan Fegredo

Pior: nenhum

Neil Gaiman escreve bem demais; e não só para quadrinhosMarcelo Naranjo

Melhores: O livro do cemitério, de Neil Gaiman (Rocco) e Grandes Clássicos DC # 9 – Alan Moore (Panini)

Pior: nenhum





Esta revista é um presente pros fãs antigos da DisneyMarcus Ramone

Melhores: Homem-Aranha # 102, Vertigo # 5, # 6 e # 7 e Mauricio Apresenta # 10 - Turma da Mônica em todas as Copas do Mundo (Panini), Disney Big # 5 e 60 Anos da Revista Pato Donald - Disney Clássicos da Literatura - Volumes 4, 5 e 6 (Abril) e J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga # 67 e Tex # 488 (Mythos)

Pior: A Teia do Homem-Aranha # 1 (Panini)

Conhece esta revista independente? Pois deveria!Eduardo Nasi

Melhores: Vertigo # 4, # 5, # 6 e # 7 (Panini) e Beleléu (independente)

Pior: Liga da Justiça # 91 (Panini)




Eis um álbum divertido, mas que não precisava de tanto luxo no acabamentoGuilherme Kroll Domingues

Melhores: Batman - Longo dia das Bruxas e Kick-Ass - Quebrando tudo! e Batman - Lenda Urbana, HQ publicada na Wizard # 1 (Panini) e J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga # 68 (Mythos)

Pior: nenhum



Boa dica de releitura depois da morte de Harvey PekarRicardo Malta Barbeira

Melhores: Bob & Harv - Dois anti-heróis americanos (Conrad) e 10 Pãezinhos - O girassol e a lua (Via Lettera)

Pior: Nenhum




Cachalote dividiu opiniões até na equipe do UHQLielson Zeni

Melhores: Vertigo # 5 (Panini), Cachalote (Quadrinhos na Cia.) e The Boys – O nome do jogo (Devir)

Pior: nenhum




Liniers é sempre uma grande leituraDelfin

Melhores: Xampu – Lovely losers (Devir), Gefangene – Sem saída e Macanudo # 3 (Zarabatana), Cachalote (Quadrinhos na Cia.), The Eternal Smile (First Second), The Medusa Chain, de Ernie Colon, e Sandkings, de Doug Moench e Pat Broderick, adaptando o afamado romance de George R. R. Martin (DC)

Piores: Cyberella (Helix) e Jack Cross, de Warren Ellis e Gary Erskine (DC)

Outro bom álbum nacional publicado em 2010André Sollitto

Melhores: Demolidor - A queda de Murdock, Batman # 92, A sombra do Batman # 1, A noite mais densa # 0, Magneto - Testamento e X-Men Extra # 100 (Panini), 30 dias de noite – Contos de terror (Devir), Gefangene - Sem saída (Zarabatana), Cachalote (Quadrinhos na Cia.) e J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga # 68 (Mythos)

Pior: nenhum

Bem divertido esse resgate desse clássico de Mauricio de SousaDiego Figueira

Melhores: Xampu - Lovely losers (Devir), Y - O último homem # 2 - Ciclos (Panini), Os Sousa - Desventuras em família (L&PM), J. Kendall - Aventuras de uma criminóloga # 67 (Mythos) e Cachalote (Quadrinhos na Cia.)

Piores: A Teia do Homem-Aranha # 1 e Superman # 92 (Panini)

Diversão e pancadaria é o que não faltam neste álbumZé Oliboni

Melhores: Quebra-Queixo - Volume 3 ( Devir) e As melhores tiras do Penadinho # 1 (Panini)

Pior: Mad # 27 (Panini)






Roger Cruz fez um dos grandes álbuns nacionais do anoRonaldo Barata

Melhores: Xampu – Lovely losers (Devir) e Calvin e Haroldo - Tem alguma coisa babando embaixo da cama (Conrad)

Piores: X-Men # 101 e Reinado Sombrio # 4 (Panini)

13 comentários:

Leandro disse...

Xampu – Lovely losers do Roger Cruz é muito bom, não?
Li recentemente e me amarrei. Só a parte "bonus" no final desse primeiro volume já vale por toda HQ.
Esperos os próximos!

Renan Passos disse...

Poxa, só o André Sollitto colocou A Noite Mais Densa #0 na lista? rsrs T^contigo, André! NMD#0 como um dos melhores. Mas tenho certeza de que as edições 1 a 8 vão estar na lista de todos nas próximas vezes hehehe

André disse...

Pois, é Renan! Achei um "teaser" muito bacana e estou ansioso para ler a série!

Tetsuo Jr disse...

Todos os citados são ótimos, boa seleção dos colaboradores do universoHQ, só discordo de quem disse que não houve nenhum pior, isso sempre tem.

Osair Manassan [Pop Art] disse...

Olá, Sidney.
Gostei do blog, da postagem, de tudo... Até adicionei o link no meu blog [Pop Art], para vir mais vezes aqui.
Abraços.

elcerdo disse...

Obrigado por citar a Beleléu Eduardo Nasi

Antonio Conselheiro disse...

Queria tanto ver alguém escolhendo um novo volume de Calvin & Haroldo. Mas a Conrad esqueceu que tem os direitos da série. ;_;

L. disse...

Olá gostaria que nos ajudasse a divulgar a Jornada de estudos sobre Romances Gráficos que ocorrerá na UnB:

programação


dia 2 de setembro de 2010

9h às 12h

O passado no futuro: opressão de gênero e resistência em Persépolis, de Marjani Satrapi e Aya de Yopoung, de Marguerite Abouet e Clément Oubrerie

Vania M. F. Vasconcelos

Para além do diagnóstico: traçados de subversão em Epiléptico, de David B.

Ludimila Moreira Menezes

O discurso autobiográfico nos romances gráficos Retalhos, de Craig Thompson, e Epiléptico, de David B.

Maria Clara Dunck Santos

A poética do detalhe: retratos da resistência em Maus e Persépolis

Larissa Silva Nascimento

Valsa com Bashir: experiência, memória e guerra

Pablo Gonçalo Pires de Campos Martins


14h às 15h45


O silêncio dos imigrantes: de Rawet a Shaun Tan

Gabriel Antunes

A construção de um país em Crônicas Birmanesas, de Guy Delisle

Humberto Brauler Rodrigues Pereira

Identidade e migração: uma leitura de O chinês americano, de Gene Yang

Stella Montalvão

16h às 18h

O que realmente importa? Memória e subjetivação da arte em Le combat ordinaire

Laeticia Jensen Eble

A identidade em quadrinhos: a construção de si em Persépolis, de Marjane Satrapi, e Fun Home, de Alison Bechdel

Ligia Diniz

Memórias fraturadas: passado, identidade e imaginação em Borges e Mutarelli

Pedro Galas Araújo

Brasília, 2 de setembro de 2010.


Local: Auditório Agostinho da Silva – Departamento de Teoria Literária e Literaturas – Universidade de Brasília.


Inscrições até 31/8/2010 pelo e-mail:

jornadaromancesgraficos@gmail.com

Vagas: 30

Mais informações:

http://gelbcunb.blogspot.com

Ana Luize disse...

Olá, estou procurando colecionadores na internet para responder uma pesquisa para a minha monografia. Eu sou colecionadora também e por isso que resolvi escolher esse tema para meu TCC. É bem rápido de responder!

https://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dFVrcFo1c3ljNnhPb1Q4bE5QdmRveUE6MQ

Se puder enviar para amigos seus que também colecionam, eu agradeceria muito! Obrigada.

... vento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Semprini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Semprini disse...

Prezados, sei que é "meio off-topic" mas alguem saberia me informar se existe algum site que venda quadrinhos argentinos e que entregue no Brasil? Acabei de ler El Eternauta e é sem sombra de duvidas o melhor quadrinho que já li até hoje! Abraços!

MarceloSix disse...

Olá, sou MarceloSix, dono do blog DC Universe Online Brasil,www.dcuobr.blogspot.com, gostaria de saber se vocês estão interessados em parceria pois os 2 assuntos estão interligados, caso queriam conversar sobre uma confecção de um mini-banner por favor entrem contato comigo para a discussão, dcuobr@hotmail.com, vocês podem adicionar ao Messenger.