09 abril 2010

Afinal, qual Sandman comprar?

Nosso amigo Eduardo Nasi anda inspiradíssimo. Tanto que, pela primeira vez na história do Universo HQ, uma coluna - a Cada um no seu quadrinho - é atualizada dois dias seguidos.

Desta vez, o jornalista faz uma análise sobre as principais opções para colecionar os encadernados de Sandman, a obra máxima do roteirista britânico Neil Gaiman.

Para conferir, clique aqui.


Depois, como sempre, pode comentar à vontade!

50 comentários:

Hunter disse...

Não está no ar. :-(

Hunter (Pedro Bouça)

toomuchocoffeeman disse...

bom dia, gusman, bom dia, nasi. parabéns pelo artigo sobre qual sandman comprar.

sou daqueles compulsivos, tenho toda a coleção da conrad, que, pra mim era, até agora, a melhor possível.

muito elucidativo o texto, pois estamos em situações semelhantes.

quase cogitei comprar essa versão da panini, mas o nome dessa editora tem sido sinônimo de atraso.

talvez valha a pena comprar a edição original americana, pelas cores e extras.

grande abraço e mais uma vez parabéns pelo texto.

Marcelo C,M. disse...

Por mais fantastico que seja essa edição da Panini não irei comprar porque já tenho da coleção da Corand que acho otima. Na época torci até o fim pela editora chegar com a coleção até o final, foram três anos na torcida, pois não havia colecionado Sandman na época da editora Globo, então quando finalmente chegou a edição de Despertar foi de uma imensa alegria e tenho que sempre lembrar em dar os parabens a editora por ter chegado tão longe numa coleção caprichada como aquela que está lindinha na minha prateleira. Para aqueles que forem comprar pela Panini só tenho que desejar boa sorte porque realmente a Panini as vezes promete mas não compre e tomara que isso não aconteça com Preacher que para mim falta os dois ultimos volumes da saga...oremos

Luiz Sardinha disse...

Eu já tenho a coleção completa da Conrad e não vou comprar mais nenhuma. Aliás eu raramente compro uma reedição de algo que eu já possua, a menos que a diferença de qualidade seja muito grande. Por exemplo: tenho todas as histórias do Monstro do Pântano em formatinho, só compro a reediçao se sair em formato maior e colorido. Ainda assim é capaz de esperar para ver se a série sai completa para depois comprar tudo de uma vez, com as editoras brasileiras nunca se sabe... Por falar nisso a Panini está me assustando com suas revoluções, será que não verei o fim de Preacher?

Zé Wellington disse...

Tenho a coleção da Conrad, que acho simplesmente sensacional e irretocável. Mas acredito, sim, que a Panini vá até o final. E essa versão é de encher os olhos (apesar de preferir a capa da edição 1 da Conrad). No mais, Sandman é uma HQ obrigatória, mais do que apenas para efeitar a estante. Como os preços das primeiras edições da Conrad estão exorbitantes, acho que vale arriscar a Panini.

Abraço!

Marcelo C,M. disse...

Torçamos que sim Luis, porque está mais do que na hora de Preacher ter o seu final publicado de uma vez por aqui. Eu começei a colecionar pela Devir, depois para a Pizel e agora pela Panini, isso sem contar quando era mensal pelas outras editoras mas não havia chegado a comprar na época. Que essa possivel maldição acabe de uma vez, senão jogo a toalha

Nélio disse...

Bem, como eu não tenho a coleção da Conrad, apostei nesta da Panini. Já comprei o primeiro número. Honestamente acredito que a editora irá publicar até o fim. Poucas pessoas que conheço possuem todos os volumes. E para essa primeira edição teremos a oportunidade de adquirir super esgotada "Casa de Bonecas". Então, quem não leu esta, e não quer pagar um absurdo pela edição da Conrad (isso se achar), já vale a pena o investimento.
Com toda certeza, Sandman é o assunto deste ano. Se a editora não completar esta edição, a mesma sofrerá muito com a crítica. Até por que, todos sabem que não se brinca com Sandman.

Hunter disse...

A DC começou agora a reeditar o Sandman em TPB, com as cores da versão Absolute mas sem os extras, o formato maior e o preço absurdo.

Dez volumes, 20 dólares cada (preço nominal, nas livrarias online americanas fica por muito menos!).

Não sei quanto a vocês, mas esse é o formato em que eu vou finalmente adquirir essa série.

Hunter (Pedro Bouça)

(Verificação de palavra: strynco. Parece o nome de um alienígena de filme barato de ficção científica.)

Snarf disse...

Nasi, ótimo artigo.
Parabéns.
Meu caso: li todo o Sandman em scan (aliás, a única coisa que tive saco pra ler neste modelo) e tava doido pra ter ele impresso. Fiquei com vontade de ter o original da DC, depois do artigo, mas eu já havia feito o pedido da Panini. Vamos ver no que dá.
Acho que a série vai ser concluída pela editora, sim (sabe lá quando). Vi várias pessoas comentando o twitter do @universohq que compraram. Já a Morte, infelizmente, eu duvido. Uma pena, as histórias dela são melhores que a do seu irmão mais novo.

Rodrigo Ramos disse...

Novamente um belíssimo artigo em um momento onde precisamos de uma visão mais crítica e centrada sobre o futuro das nossas queridas hq's. Comprar ou não comprar? Eis a questão! Se for até o final? Seria uma boa! E se sair só a primeira?

Acredito que esta coleção vá até o final. Infelizmente sem minha ajuda no momento pois não posso despender 154,00 por qualquer coisa que não seja vital a minha sobrevivência. E acredito que muita gente no Brasil também. E isto só me faz lamentar o rumo que os quadrinhos tomaram, de entretenimento geral para entretenimento elitizado e para poucos.

Ainda existe a possibilidade das edições da Conrad baixarem o preço com o tempo já que agora esta da Panini é muito mais encorpada e embora cara, mais barata ainda do que as primeiras da Conrad.

Eu por enquanto ainda ficarei com a minha edição completa da Globo que levei mais de 10 anos para completar.

Leandro Ricardo disse...

Dúvidas e mais dúvidas...

Infelizmente creio que a edição da Conrad está descartada para se começar uma coleção... Pelo menos pra mim.

Compraria de boa a versão americana se meu inglês fosse um pouco melhor.

Acho que decidirei, no final das contas, pela edição da Panini.
E o que farei depois é torcer para que continuem com a série.

E que continuando, não caia a qualidade de tradução e acabamento do encadernado. (Estou levando em consideração que fizeram coisa boa nessa primeira)

Marcelo Fontana disse...

Minha coleção de Sandman ainda é pelas edições da Globo que, digas-se, levei um tempo para completar, há uns 10 anos atrás. Deixei passar as edições da Conrad, mas estou pensando na hipótese de comprar as da Panini. Mas sou meio pão-duro qto a reedições de HQ's que eu já tenho, talvez por me faltar o fetiche da estante.

Eduardo Nasi disse...

Valeu, pessoal, bom saber que ajudamos a esclarecer as coisas.

Hunter, bom você lembrar aqui dessa nova coleção da DC. Não a comparei, mas é uma possibilidade. Com os descontos, pode valer a pena, e nem mesmo o frete fica tão diferente. A questão é que a coleção só começa a sair no fim do mês lá fora, ainda não foi criticada, não consegui descobrir qual papel será utilizado... Ou seja: é mais complicado de avaliar. Além do mais, vai levar um tempo até o leitor conseguir completá-la.

Leonardo Pinheiro disse...

Nasi, não duvide que seja possível completar a coleção da Globo atualmente. Entre 2007 e 2008 eu consegui adquirir os números 1 ao 57 e completei a coleção da Globo, pois até então eu só possuía as últimas edições. E consegui a preços bons, a grande maioria na faixa dos 4-5 reais.

Aliás, encontrar os 75 exemplares da Globo não é mais difícil do que encontrar os 10 álbuns da Conrad. Conheço pelo menos dois sites onde a coleção completa da Globo está sendo vendida, e a preços mais baratos do que a coleção da Conrad. É claro que a qualidade gráfica e de acabamento da Conrad é imensamente superior, mas não acho que supere aquele encanto, hoje meio retrô, dos exemplares da Globo.

Essa versão da Panini eu também adquiri com um bom desconto (33%) e acho difícil que não seja concluída. Afinal, se a Panini não for capaz de publicar um best-seller como Sandman, não será capaz de publicar nenhum outro título (da Vertigo ou não) de forma completa. Aí é fechar as portas e esquecer esse negócio de HQ no Brasil.

leonardo disse...

Muito bom esse artigo.
Para quem não tem a série , acredito que fazer pela Panini seja uma boa , pois espero que chegue ao fim , assim como espero que aconteça com Preacher que para mim faltam os 2 últimos volumes.
Tenho a coleção da Conrad e tem que ser dado os parabéns a editora , que publicou um especial com as histórias da Morte e Noites sem Fim , além dos outros especias como Caçadores de Sonhos e o Livro dos Sonhos. Não vi a Panini falar se vai publicar esses especias. Algúem sabe de algo ?
Abraços.

Renato disse...

Espero que a edição da Panini tenha um belo acabamento, porque comprei o Cavaleiro das Trevas em pre-venda e me arrependi imensamente com a qualidade, principalmente porque nao paguei barato. Desejo sorte pra quem for comprar, eu recomendo Amazon, sinceramente.

anderson b. disse...

Excelente artigo, Nasi, mas é preciso fazer uma correção: o volume dois de Absolute Sandman atualmente está ESGOTADO lá fora. No Marketplace da Amazon não sai por menos de 300 dólares! Que eu saiba, a DC ainda não anunciou uma nova impressão desse volume. Com boa vontade, até dá para comprar por uns 180-200 reais, mas não é fácil.

De resto, parabéns pela iniciativa!

Eduardo Nasi disse...

Anderson, não estava disponível na Amazon, mas vi em lojas de desconto ainda esta semana. No Twitter, já me disseram que o Gaiman confirmou a reimpressão.

Plinio Uhl disse...

Tenho a coleção completa da Conrad. Apesar dos extras e da capa bacana, não pretendo comprar a da Panini ou qualquer outra.

Se não me falha a memória, o Sandman da Conrad foi a primeira hq de uma grande editora americana que vi publicada no Brasil com aquele nível de acabamento.

anderson b. disse...

Valeu pela informação, Nasi. Era de se esperar que você estivesse mais bem informado que eu, né? rsrsrs

Eu tb achei em sites de descontos e usados (mas esse Strand Books eu não conhecia - vou checar), onde o vol.2 saía pelos tais R$180-200 que mencionei.

O Absolute é lindão mesmo - principalmente o acabamento em relevo da capa. No entanto, com todo aquele tamanho e peso é terrível para ler. As cores não achei nada demais (em várias partes prefiro as originais, menos realistas). Se não fosse a falta do texto original do Gaiman, a edição da Conrad seria a minha favorita.

Sobre as novas edições gringas, achei as capas bem fracas - se não me engano, é a primeira vez que o design não é do Dave McKean (apenas as ilustrações são dele), e dá para perceber.

Eduardo Nasi disse...

Se você olhar na Amazon, o primeiro tópico do fórum de Absolute Sandman 2 já tem a confirmação do Gaiman, dizendo que a nova impressão está a caminho.

De qualquer forma, a própria DC considera todos os volumes em catálogo.

Aparentemente, a Amazon está sem o Absolute 4, mas esse eu acabo de confirmar: tem na Strand por US$ 60.

Anônimo disse...

cara, adoro o universo hq mas tenho que pedir uma coisa que tá faltando, REVIEW da BIBLIOTECA HISTÓRICA DO SURFISTA PRATEADO (e do HULK), por favor!

não sei se realmente tá faltando ou se eu que não achei (se já tiver, alguém pode mandar o link?)

eu queria entender o porquê da biblioteca histórica do surfista ser TÃO mais cara se não tem uma quantidade tão maior de folhas do que as outras e se a do hulk é legal e "caprichada" mesmo tendo pouquíssimas folhas, BEM menos do que todas as outras bibliotecas. :(

são itens caros que a gente precisa de uma review de confiança pra saber se não é gastar uma fortuna à toa! (comprei a do demolidor e achei excelente, mas a dos outros tem esses detalhes de serem muito mais caras ou terem muito menos folhas...)

dope disse...

Cara, é simples: Se falta pra você alguma das 4 primeiras da Conrad, principalmente as duas primeiras, o melhor a fazer é se desfazer e comprar as da Panini, sai bem mais em conta.

Vendi prelúdios e Noturnos, Terra de sonhos, Estação das Brumas, Entes Queridos por 350, só pq nunca tive Casa de bonecas, mas achava bobagem compra-la por mais de 100, uma vez que esse arco estaria incluso no encadernado absolute da Panini, que comprei por R$104. Ainda tenho 6 encadernados da Conrad, que vou trocar por outras revistas no sebo e espero conseguir pelo menos 150 neles, trocando em material. Só aí ja dá os 500 reais, que julgo ser mais ou menos o valor dos 5 encadernados absolute da panini: 4 de sandman + 1 da morte.

E quanto ao medo de a Panini nao publicar tudo, eu nao tenho. Acredite que publique sim, Sandman é mais popular e mais vendável até q cavaleiro das trevas do batman, ou watchmen.

JF disse...

Tenho a coleção da Conrad, mas talvez pegue essa da Panini. Mas ainda tenho o desejo de adquirir a coleção da Globo, pois mesmo com aquele papel fuleirinha, tem seu destaque com matérias e detalhes da 1ª capa na última. Espero q a Panini não faça como a Pixel, seria lamentável e iria deixar muito leitor puto da vida, e com razão.

Adailto disse...

Vontade não falta, mas não comprarei. Tenho a coleção completa da Conrad e a da Globo. Mesmo assim fica aquela vontade de comprar a edição da Panini pelas novas cores, mas o preço não é nada convidativo, principalmente por se tratar de uma republicação.
Agora, para quem nunca leu Sandman, compre sem medo. Vale a pena, mesmo com esse preço.

leandro m. disse...

Essa reedição da DC dos encadernados normais vai demorar pra chegar até o último.

Mas a edição antiga se encontra facilmente, todos os 10 encadernados estão disponíveis na Amazon e em outros sites, e tem capa cartonada com papel LWC (que é melhor que o LWC que a Panini usa).

anderson b. disse...

Me ocorreu que essa edição da Panini pode ser uma boa para o pessoal que quer completar a coleção da Conrad com os dois primeiros volumes, que hoje são vendidos a preço de ouro.

É provável que o preço dessas edições caia bastante quando uma coleção com acabamento gráfico similar (que é o caso dessas "edições definitivas") estiver disponível no mercado a preços competitivos - acabei de ver no Walmart, via Bondfaro, o vol. 1 por R$109,35 (com frete grátis e em 10x s/ juros), o que dá R$36,45 por arco de história (R$5,47 por edição original), ou seja, bem mais barato do que eram as edições da Conrad e a tentativa frustrada da Pixel. Provavelmente sai até mais em conta do que catar as originais da Globo em sebos.

É claro que Prelúdios e Noturnos e Casa de Bonecas da Conrad ainda serão edições de colecionador esgotadas e não devem ficar superbaratas, mas se eu já não tivesse essa coleção completa, aguardaria para ver o que acontece.

Jáder disse...

Desde o fim da coleção da Conrad eu venho esperao que alguma editora tenha a bondade de publicar Sandman em um formato mais popular e acessível (e não me venham com Globo ou Tudo Em Quadrihos! Vão vocês fuçar em sebos atrás de cada uma das edições perdidas!).

Mas não tem jeito mesmo. Vou ter que me render ao assalto da Panini.

Eduardo Nasi disse...

Já que está todo mundo falando da perspectiva ou não de a Panini publicar tudo, acho melhor voltar ao assunto.

Olhando hoje, acho provável que continue e vá até o fim. Mas a editora muda, o mercado muda, e essa coleção é bem longa.

Esse começo pode estar turbinado, por exemplo, por leitores que não compraram a coleção da Conrad. Ou, daqui a três anos (tou chutando, a Panini nem disse que publicará o resto, muito menos deu um prazo), o iPad pode ser tão popular que inviabilize um novo volume. Sei lá. Tem várias possibilidades de o troço não dar certo. Quem diria que Batman em P&B não vingaria, por exemplo?

Por isso, acho complicado pôr a mão no fogo - e uma irresponsabilidade não alertar o leitor do risco, já que, mesmo ciente do alerta que fizemos, a editora não confirmou sequer o segundo volume.

E agora, mais umas questões pontuais:

Anônimo - Com o volume de lançamentos atual do mercado, é impossível resenhar tudo. Mas sempre tentamos tapar esses furos. Se ajuda, li a versão da Mythos, publicada em P&B uns anos antes, e dizem que é a mesma tradução, apenas com umas alterações. Se for isso mesmo, é uma versão bacana.

Leonardo - Não sei se hoje em dia eu recomendaria ir atrás dos exemplares da Globo, só se achar uma coleção completa pra ir atrás mesmo. Além disso, há erros que a coleção da Conrad desfez, como citei no texto. Mas é mais uma solução, claro.

Anderson B. - Esse modelo Panini + Conrad é exatamente um dos que proponho no final do texto. ;)

Marshall disse...

Eu concordo com o Leonardo, a coleção da Globo não está tão difícil assim. Muita gente vendeu a coleção da Globo pra comprar a da Conrad e isso deve acontecer com a da Panini. Visitando os sites certos com alguma frequência sempre aparece alguma boa oferta nas edições da Globo.

Agora, a coleção da Conrad não é irretocável. Eu não tenho todos os volumes, mas pelo menos um erro grave consigo citar.

O volume "Fim dos Mundos" não trouxe as capas no tamanho certo.

As capas foram reproduzidas em miniatura no começo, e ainda jogaram um "traço" por cima, estragando mais ainda.

São as capas de Sandman! Considero um erro muito grave.

Marshall disse...

Esqueci de mencionar um atrativo fundamental nas edições da Globo.

As matérias do HQ PRESS.

Tem matérias sensacionais ali, algumas assinadas pelo Sidney Gusmam, inclusive seu primeiro trabalho profissional do tipo, um artigo sobre quadrinhos e música, além de outros feras.

Não troco essas matérias por nenhuma capa dura ou recolorização.

Comentaristas nostálgicos como eu poderiam citar algumas dessas matérias nominalmente.

Eu vou citar a sobre Hugo Pratt como uma das minhas prediletas.

Abraço.

Cláudia Dans disse...

oi Nasi!

Adorei o texto! Iluminou minhas dúvidas sobre Sandman, que morro de vontade de ler mas vou esperar a Panini publicar tudo! Tomara que eles não enrolem muuito. rsrsr

Na verdade, tenho medo de comprar e a serie não ser finalizada! Sabe, eu acho que vou entrar num curso de inglês e comprar a importada! Vai sair mais caro, mas é mais seguro!!!! ahahahah


abraços!

Eduardo Nasi disse...

Marshall - as matérias são legais mesmo, mas não são o Sandman, nem sempre são sobre Sandman. ;)

Ninguém diz que as edições da Conrad são perfeitas, e os erros estão citados nas resenhas do Malta, que estão disponíveis no site.

Mas, sobre a capa, tenho a impressão que isso pode estar relacionado ao volume só pra elas, que aqui saiu pela Opera Graphica e se chama Capas na Areia. Aliás, é o brinde que a Comix está dando para quem compra o novo Sandman da Panini.

De qualquer forma, esses comentários são, graças aos hiperlinks, parte do texto, e é legal que os outros leitores conheçam essas outras propostas.

Leonardo - Acho que deixei você sem resposta lá atrás, hm?

Não acho que a gente possa falar agora sobre Dreamhunters e outros especiais de Sandman, afinal, a Panini ainda não confirmou os demais volumes da série, muito menos esses extras.

Marshall disse...

Eduardo, realmente as matérias do HQ Press nem sempre são sobre Sandman, aliás, são poucas as que são, mas não tem nada a ver tem? De qq maneira são um atrativo da coleção.

Caraca, eu até peguei um autógrafo do Sidney em uma dessas matérias. Realmente gosto muito delas.

Sobre as capas, bom, Capas na Areia saiu tb pela Conrad, em capa dura, volume único. Mas será que isso tem a ver com o defeito citado? Eu creio que qualquer volume encadernado que se prese tem que trazer as capas das edições avulsas em tamanho normal, independente de qq coisa.

pra encerrar, meus parabéns pelo dois artigos em sequência, ambos excelentes.

Marcelo Santos Costa disse...

Terminei a leitura do Edição Definitiva do Sandman pela Panini e, como tenho uma namorada que tem o Sandman completo pela Conrad, resolvi comparar as duas edições.

1º ponto - A colorização. A Ed. Definitiva da Panini conta com a colorização nova (também presente no Absolute importado) e, caso alguém tenha as edições da Conrad (ou Globo), compare. A diferença é GRITANTE. Na colorização antiga a paleta de cores é muito mais simplória, o que deixa o resultado final um pouco mais tosco comparado com a nova - que é infinatamente superior. Eu não compraria a da Conrad nunca por causa desse fator. OBS: Acho que isso não acaba tirando a magia da história, mas, com certeza faz diferença.

2º ponto - A linha editorial. Comparei alguns trechos traduzidos com a das duas editoras. Pude comparar apenas o Prelúdios e Noturnos dos dois, já qu era o que estava à mão. A diferença que senti foi a mesma que a Pixel teve quando traduziu o 100 Balas - Parlez Kung Vous; lançado em um encadernado da Panini recentemente. É simples, no caso da Conrad ela está preocupada em TRADUZIR mais, enquanto a Panini ADAPTOU mais o texto, deixando a leitura mais fluida. Batendo o olho você já percebe: Na Conrad elas usam uma fonte maior para as letras, enquanto na Panini há muito mais texto em alguns balões. Não pude comparar com outros capa-dura da Conrad (Casa de Bonecas e Terra dos Sonhos), mas pelo que pude comparar, a tradução da Panini (Jotapê Martins) sinto que está melhor.

Há um ponto fraco na edição da Panini que faltou, como a seção de Notas presente nas edições da Conrad, explicando alguns acontecimentos e personagens, algo que falta na Edição Definitiva. Além disso, as edições da Conrad contam com "extras" próprios de cada encadernado, o que na Edição Definitiva também não consta.

Basicamente é isso, aguardo uma resenha no site do UHQ.

Lucas Pimenta disse...

Nasi, essa coleção não vai ser longa...

Se segue o absolute estadunidense, serão quatro volumes, certo?

Será que só eu prefiro as cores antigas? Tá o Nasi disse no artigo que acha legal... mas preferir mesmo, só eu? risos...
As novas cores ficaram bonitas, mas não é a mesma coisa que a original...

Eduardo Roque disse...

Tá certo q Sandman é clássico e unanimidade mas q tá caro p/caramba, isso tá! Ainda + c/ vários comentários acima dizendo q "só vão comprar depois q a Panini lançar tudo". Oras, c ñ vender, óbvio q eles ñ vão passar da 1ª

Eduardo Nasi disse...

Marshall, capas na areia não saiu pela Conrad, a versão em capa dura é da Opera Graphica mesmo, reunindo dois volumes que a casa lançou antes.

Marcelo, valeu pela contribuição. Tenho a impressão que Sandman conquistou o mundo com as cores que estão na edição da Conrad, com papel pior, formato menor... Então não é uma coisa que eu me preocupe muito, embora goste muito das cores novas.

Lucas, essa coleção nova da DC vai ser longa, porque é arco por arco, não tem só quatro volumes. E eu não prefiro as cores antigas.

Eduardo, fico com a sensação de que a Panini só está pagando pelos pecados das outras séries abandonadas.

Marshall disse...

Opa, tem razão, Capas na Areia não é da Conrad. falha nossa.

Anônimo disse...

As primeiras edições de Sandman da Conrad tem um problema de colar as páginas, principalmente se tem muito branco no papel. Esse é um dos problemas do couche puro. Creio que em Fábulas e Reflexões tem um probleminha que me chateia muito e acontecia pra caramba nas Preachers da Devir, é o excesso de gaussian pra corrigir algum defeito de moiré. Na moral, as edições da Globo, quando a gente esperava mês a mês uma edição. Atrasava, etc... Ninguém me tira esse prazer, a descoberta de um mundo novo. As seções de cartas era demais, cada carta que chegava dos leitores, mandando citações, observações, correções... era muito bom.

Anônimo disse...

Galera, pra quem fala que tá pretendendo comprar a coleção da Panini só depois que a mesma for encerrada, leve em consideração um fenômeno recente no Mercado Brasileiro: quando a gente menos espera as primeiras edições de uma coleção desaparecem! Veja o próprio exemplo de Sandman da Conrad, Biblioteca Histórica Homem-Aranha, Cavaleiro das Trevas em capa dura, alguns números de Ken Parker da Tapejara e até a coleção de Carl Barks da editora Abril. Então minha dica é: COMPRE O PRIMEIRO DA PANINI, no mais, as edições seguintes da Conrad tão fazendo lama. No Submarino tem delas por R$ 19,00.

Piroca de Fantasma é Geladinha disse...

Tenho a coleção completa da Globo, que comprei enquanto foi saindo. Não pretendo comprar outra.

Anônimo disse...

Aproveitem para relacionar todas as séries que a Panini deixou de continuar para podemos ter uma ideia para confiança na editora.

Eduardo Roque disse...

Acabei d ler via scan a fase do Morrison na Liga já q a Abril "lançou" a conta-gotas e incompleta e a Panini já disse q "ñ está nos planos" a cotinuidade da série. É chato visto q ler no comp é sacal e prefiro a experiência d ter a revista em mãos mas fazer o q...quando e c alguém puser o resto na praça, compro mesmo tendo lido.

magnun disse...

eu tenho a coleção copleta da editora globo (anos de luta e barganhas no mercado livre/ sebos/ lojas especializadas); porém, com o tempo as revistas ficam muito frágeis e manuzea-las acaba rasgando-as. Por isso vou comprar a da panini, queria a da conrad, mas não tenho mais a necessidade de comprar algo de mais de 1000 reais...

Anônimo disse...

Excelente entrevista.
O Entrevistador não tremeu e fez ótimas perguntas, colocou o Hélcio contra a parede de apontou diversas contradições.

PARABÉNS.

Anderson Mendanha disse...

Eu tenho a da Conrad e estou muito satisfeito com ela. Gastar novamente, e muito, por quase o mesmo produto não sei se vale a pena ou se é apenas desejo de fanboy.

Mas tenho que deixar claro uma coisa: ainda não vi a edição da Panini. Pode ser que eu compre e depois coloque uma das duas a venda pela internet. É uma opção.

Tudo o que eu queria mesmo era minha coleção completa de Sandman e isso eu tenho. O resto é o resto.

Heitor disse...

Olha, não cheguei a completar nenhuma dessas três coleções. Me contento com a minha série completa da Globo mesmo. Com certeza, Sandman é uma série acima da média, mas acredito que vem sendo superestimada demais ao longo dos anos.

Pronto. Que chovam as pedras.

Lucrécio disse...

Pergunta: Ei, cara: como você sabe que piroca de fantasma é geladinha, hein?

Resposta: Lendo Grafipar, bobinho...

Krishna disse...

Saiu o volume 2 em pré-venda.

No submarino está por R$109: http://www.submarino.com.br/produto/1/23800139