12 março 2010

Um tributo ao Glauco

(Post atualizado às 16 horas do dia 13 de março de 2010)

A notícia da morte do cartunista Glauco Villas-Boas e de seu filho Raoni derrubou todo mundo que ama quadrinhos neste País.

Não dá pra imaginar não termos mais as tiras de Geraldão, Casal Neuras, Geraldinho, Doy Jorge, Zé do Apocalipse, Dona Marta, Nostravamus e tantos outros personagens impagáveis. Mas, pelo que conhecia do Glauco, o melhor jeito de lembrar dele é ler seus quadrinhos.

Meu amigo DJ Carvalho, de Campinas, teve a ideia de prestar um tributo ao bom e velho Glauco e coloquei o Blog do Universo HQ à disposição. Assim, entre ontem e hoje, abrimos esse espaço para quem quisesse enviar sua homenagem ao cara que tantas vezes fez sorrir seus leitores.

O resultado pode ser visto abaixo: mais de 300 homenagens, entre desenhos e textos. E todas se juntam às outras dezenas que foram publicadas em sites, blogs e jornais Brasil afora. Uma mostra do quanto Glauco era admirado.

Nós estamos todos tristes e revoltados pela forma como perdemos o Glauco, mas, certamente, ele vai espocar a silibina no "andar de cima".

Fique abaixo com as homenagens.

DJota Carvalho



Bira Dantas



Elias de Carvalho Silveira



Mário Cau



Deivy Costa



Wesley Samp



Alessandro Guarita



Caio



Cláudio Oliveira



Revista Mad



Tiago Vasconcelos Modenesi

Passei minha adolescência lendo as revistas Chiclete com Banana e Circo, ambas me introduziram no mundo do quadrinho nacional e geraram muitos derivados, entre elas a revista Geraldão, de Glauco.

De um humor marcante, com piadas certeiras e desenho simples e ágil, que muito me lembrava o do Henfil, Glauco agradava adultos com suas piadas e chegou até a agradar crianças,com o Geraldinho, que publicou na Folha de S.Paulo.

Para as artes, perder Glauco é perder um dos mais originais expoentes do humor da década de 80 no Brasil, é perder um dos "Los 3 Amigos", que marcaram tantos e tantos de nós que vão nos seus 30 e poucos anos.

Perder Glauco para a violência nos dá a sensação de impotência e indignação.

Escrevo estas palavras tentando prestar uma homenagem justa a alguém que foi importante na minha juventude, embora ele não soubesse, alguém que, junto com Laerte e Angeli, me fez rir muito.

Escrevo essas palavras com a sensação de querer chorar, com a sensação de perder alguém que passou pela minha vida em momentos bem mais simples, me deu alegria e momentos que não consigo descrever aqui.

Queria poder dizer mais, queria ter a forma de ajudar a evitar violências como essas, que arrebatam Glauco e seu filho da gente.

Fica minha indignação e meu respeito.

Glauco, você nunca será esquecido.

Obrigado.


Carriero



Pablo Peixoto



Ric Milk



Douger Bert (via site da Mad)



Luis Dourado (via site da Mad)



Bruno Luup



Fábio Rex



Leandro Caracciolo



Omar Viñole



Conselho Consultivo do Salão Internacional de Humor de Piracicaba

A violência em São Paulo, mais uma vez, mata e empobrece a cultura brasileira. Aos 53 anos, no auge de sua produção artística, morre assassinado por assaltantes em sua casa o cartunista paranaense Glauco Villas-Boas.

Glauco, como era conhecido, foi descoberto pelo jornalista José Hamilton Ribeiro, então diretor do Diário da Manhã, em Ribeirão Preto, interior paulista. Lá começou a publicar suas tiras cômicas.

Mas foi na 4ª edição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, em 1977, ao conquistar um dos prêmios, que Glauco foi projetado no cenário artístico brasileiro e internacional. Com seu imenso talento, criatividade, estilo único e, em especial, humor inteligente baseado no comportamento da nossa sociedade, que Glauco saltou, ainda no mesmo ano, para as páginas da Folha de S.Paulo.

Em 1984, a mesma Folha abriu espaço diário para a nova geração de cartunistas brasileiros. Glauco estava entre eles e, assim, ficou conhecido em todo o País. Surgiram seus principais personagens: Geraldão, Zé do Apocalipse, Dona Marta, Doy Jorge, Casal Neuras, Geraldinho e outros.

Multimídia, também era músico e se apresentava em bandas de rock. Integrou a equipe de redatores do TV Pirata e do TV Colosso, programas da TV Globo. Publicou livros de humor.

Em plena Era Digital, Glauco continuava fiel à prancheta, desenhando à mão com nanquim. Usava o computador apenas para colorir os trabalhos, depois de escanear cada um deles.

Glauco registrou, a cada momento, as transformações pelas quais passou o mundo, o Brasil. Era um profundo conhecedor e critico da alma humana, mas sempre de maneira bem-humorada, provocando reflexões.

O Brasil e o mundo perdem um de seus maiores cartunistas.

Restam, diante de mais esta tragédia, as perguntas:

- Senhores governantes, até quando?

- Quantas vidas ainda faltam para que seja colocado um basta na violência?

Ricardo Viveiros e Zélio Alves Pinto, respectivamente, presidente e vice-presidente do Conselho Consultivo do Salão Internacional de Piracicaba


Nico



Brum



Jussara Nunes



Associação dos Cartunistas do Brasil

Todos estamos pasmos com o nível de violência com mais uma notícia sobre a morte de pai e filho por assaltantes em São Paulo. Desta vez, foi nosso amigo Glauco Vilas-Boas e seu filho Raoni. Dois grandes desenhistas que escolheram o humor gráfico para pensar o ser humano.

Glauco, companheiro de sempre de Laerte, Angelí, Toninho Mendes e Adão Iturrusgarai nos quadrinhos, publicava na Folha de S.Paulo desde 1977. Seus personagens satirizavam as relações de uma geração perdida entre as questões comportamentais e instintivas do ser humano. Usava o humor como arma de anteparo à violência. Foi uma das "crias" de Henfil. Podemos ver em seus traços e personagens a marca do questionamento herdada de seu mestre.

Seu filho Raoni também escolheu ser cartunista e trabalhava com o pai.

A notícia de uma execução sumária em um assalto, como muitos que acontecem nas grandes cidades, é quase sem nexo diante de alguém que justamente lutava contra isso.

Fica a lembrança, para todos nós, cartunistas, de um amigo que fez de sua vida uma história de sucesso no humor gráfico do País. E o compromisso de continuarmos na batalha de enfrentarmos a violência de nossos dias com o que melhor sabemos fazer: o humor.

Salve Glauco.

Salve Raoni.


Marco Oliveira



Dango Costa



Flávio Soares



Dóro



Carolina Silva



Andre Williams Rodrigues Campbell



Mauricio de Sousa

Como eu disse no primeiro momento, no Twitter, o fato é tão chocante que nossa reação não pode ser medida em palavras. Mas num sentimento de dor, luto e desesperança. Apesar disso, nós sairemos do choque... e vamos encontrar caminhos, mesmo que sejam longos, demorados, para contermos essa onda de irracionalidade e desumanidade.

E famílias bem formadas, educação, fé em Deus, justiça social... serão alguns dos pontos por onde passará o caminho do respeito à vida.

Vamos lutar para isso... como tributo ao Glauco e ao Raoni.


Marcos Miller



Hals



Renato Andrade


Tarciso Salvatore e Jota Silvestre



Mauricio Rett



Marcus Laranjeira

Não há muito o que dizer. Só quem cresceu rindo e se divertindo (e, por que não, aprendendo?) com as tiras e tiradas infames, irônicas, sarcásticas, escrachadas, maravilhosas do Glauco sente o que a nossa geração está sentindo.

Que vá em paz e, se possível, volte em nossos sonhos e inspirações.

E, mais uma vez, vão os que devem ficar. Ficam os que devem ir.


Vini



André Duilio



Diego Guaglianone



Caio Schiavo



Stivenson Valério



Eder



Ferreth



Rodrigo Giraldi



Juliano Trentin



Flávio Wetten



Hiro



Rico



Didiu Rio Branco



Marcelo Lemos



Ed Carlos Joaquim



Roberto Kroll Junior



Rafael Dourado



Alan Corrêa



Zanon



Diego Novaes



Fernando Nogueira



Ramon Faria



Leal



Monkis



Giorgio



Vanessa Alexandre



Izidro



Pedro Netto



Eduardo Almeida



Mário Monster



Simon



Gabriela da Silva Teles



Andy



Ed Ferrara



Filipe Galles



Equipe Menino Caranguejo



Emerson Medina do Carmo



Eder



Daniel Grilo



Raquel Gompy



Priss Guerrero



Orlandeli



José Lucas



Jorge Barreto



Salvador



RValentino



Rodrigo Ascenção



Ricardo Homuth (Ripa)



Jorge Braga



Vinicius Savron



Vera Ribeiro Ricardo



Tiago Alves



Mário César



Gustavo Maniezi



Gabriel S. Delloiagono



Fernando Gonçalves



Djalma Eudes



César Cavelagna



Junior Lima



Jomar Brittes



José Bacellar



Jeferson Bergmann



Jão Garcia



Miguel Pragier



Marcus Pasetti



Luis Augusto



Luciano Lourenço



Laudo



Redi Roger



Rafael Spoladore



Rafael Rosa



Nando Motta



Mood



William Melo



William Martins Ribeiro



Stenio Claudino



Santiago Mourão



Ronaldo Câmara



Zappa



LéoMorbeck



Jota A



Joana Peixoto



Everson



Dézio



Thomate



Rodrigo Belato



Thiago Medeiros Costa



Paffaro



Danilo Marques



Bruno Zecca



Max Cutini



Frank Maia



Branca Aurora



André Stahlschmidt



Pedro Menezes



J. Anderson



(Clique aqui para ver a animação preparada como homenagem)

Fred Ozanan



Emerson Lopes



Augusto Figliaggi



Alex Ponciano



Caio Yo



Alex Pereira



Walter Martins



Riven Melito



Peron



Rodrigo Boente



Rafael Silvestrini



Jesus Romero



Guilherme Bandeira



Erasmo



Jader Tiago



Flavio Silva



Chico Arantes e Rica Urso



Amâncio



Zerramos



André Mangabeira



Helder M.



Valdeci Carvalho



Raoni Santos





Junião



Fábio Melo



Adrix



Fernando Rebouças



Sandro Hojo



Iéio



Rute Raabe e Raoni Santos



Tiago Recchia



Rodrigo Amaral



Maumau



Gam Hoyo



Eduardo Pinto Barbier



Carlos Augusto



Toni D'Agostinho



Porra, Mauricio!



Marcos Santana



Ricardo Brito



Jardel Cruz



Mattias



Inedilson Anelli



Guto Respi



Mastrotti



Antonio Luiz Lauriello Filho



Pedro Martins Senise



Allex Machado



Lazarini



Tiago Botelho



Edvalter Neves



Rodrigo Mello Campos



Diogo Sales Queiroz



Milton Hurpia da Rocha



Paulo Stocker



Jhon Smith



Newton "Cafetron" Gonzales



Anderson Luiz Pires



J. Bosco



Miguel Falcão



Ianes Cardoso



Lehgau-Z



Casso



Presto



Fellipe Elias



Tiago Silva



José James



Audaci Jr.



Fernandes



Victor Maia



Nilton



Cícero



Biratan



Amauri Alves



Lorde Lobo





Carlos Jorge Nunes



Anderson Luiz Pires



Marcio Baraldi



Dimaz



Marcello Mussarela



Igor Chiesse



Escobar



Erick Artmann



Jal

196 comentários:

Cláudia Dans disse...

Derroubar é pouco, Sidney!

Foi a notícia mais triste que já li! Adoraria que o Glauco fosse como os heróis da Marvel, que morre numa história, mas que volta na próxima hq!

Mas infelizmente isso só acontece nos quadrinhos, né? :(

abraços!

Sidney Gusman disse...

Pois é, Cláudia.

Nunca imaginei ver um de Les Três Amigos nos deixar tão cedo.

Brum disse...

Eu sempre achei ridiculo o povo que nem conhecia o cantor (ou ator, politico, poeta...) ir chorar no velório, mas hoje eu me arrependo e entendo, pois daria de tudo pra ir prestar uma ultima homenagem a Glauco. Nunca tive o prazer de conhece-lo,e tenho quase certeza de que ele nem sabe da minha existencia, mas mesmo assim ele é um dos caras mais presentes na minha vida, pois meu sustento se deve a influencia dele, Laerte, Angeli e outros mestres.Ou seja, em cada rabisco que faço diarimente, tem um pouco desses genios. Valeu Glauco por influenciar no que eu sou hoje. Descanse em paz ao lado do seu filho, e força pra sua familia. Nós continuaremos aqui embaixo, metendo pau na sociedade com nossos rabiscos pra futuramente não acordarmos com uma noticia tao triste quanto a que acordamos hoje.

Ernesto "Che" disse...

O Glauco fez parte da minha educação em quadrinhos, junto com o Angeli e o Laerte. Se não fosse por eles, talvez eu nem gostasse tanto assim de HQ, pois prefiro a irreverência aos quilos de testosrena sem sentido das comics americanas.

Eu escrevi um desabafo: http://asasepenas.blogspot.com/2010/03/adeus-ao-cartunista.html

De alguma maneira eu adquiri o prazer de ler HQ por influência dele.

Descanse em paz Glauco, você e seu filho Raoni. Espero que aí por cima as coisas sejam melhores e sempre engraçadas.

Ana Recalde disse...

Não consigo parar de chorar.
Não dá pra entender uma coisa tão estúpida quanto essa.

alexandre disse...

Sidão, vou te falar um negócio, viu, fiz força pra não chorar bem cedo, quando soube dessa notícia.

Eu os considerava os trapalhões do desenho, angeli, laerte, glauco e fernando gonzales. os quatro melhores, o quarteto fantástico dos cartuns.

É difícil vc ver um cara que vc cresceu admirando morrer assim, de uma forma besta. Mas não vou atirar pedra em ninguém, foi uma fatalidade.

É péssimo quando ídolo da gente morre, viu.

Brutal_artisT disse...

é realmente inacreditável, incompreensível!
tb presto, aqui, minha homenagem...
http://freakfran.tumblr.com/

adorno disse...

como os professores do colégio o glauco foi meu professor fora dele, meus sentimentos a toda a familia, eu acompanhei quase todas as revistas em que ele colocava seus personagens, acordei hoje pasmo.
temos que ter pena de morte e fim do auxilio reclusão, infelizmente a partir de hoje penso assim...

adorno disse...

continuando... foi embora nosso mestre e como começei a ler sem duvidas foi com quadrinhos...

Mandy Ressaca disse...

Não sou boa de desenho, mas, como jornalista, replico:

A imagem pode até falar mais do que mil palavras, mas os desenhos ainda não choram mais do que mil olhos.

Com letras secas e lágrimas nos olhos, entro em luto.

Afinal, Mandy Ressaca é uma Neurinha. com sua licença, pois o Neurinho está reclamando.

Ricardo Reis disse...

Muito bacana esse post!
Pois é, hoje perdemos todos um amigo. Eu e o Glauco não éramos amigos assim pessoais de sair pra um papo e cerveja no fim de tarde. Na verdade só o vi uma vez, mas isso não importava. Ele fazia parte de todos os meus dias desde os anos 80, com seu humor escrachado, traços tragicômicos e personagens inesquecíveis. Sinto profundamente. Pode parecer engraçado manter grande carinho admiração e afinidade com alguém desta maneira, mas é assim que acontecia. Agora o humor brasileiro está triste. Eu estou entristecido.
É Um dia cinzento, apesar do Sol que teima em brilhar lá fora.

carriero disse...

vida eterna ao Glauco e seus personagens

dait disse...

Meu dia ficou mais triste...passei grande parte de minha adolescencia nos anos 90 devorando tudo q envolvia Glauco. Era um dos meus cartunistas prediletos...Suas tiradas políticas eram excelentes, seu traço de uma simplicidade perfeita...Mto triste com isso...Mta força pra familia que perdeu dois de seus entes queridos de uma forma tão trágica...Descanse em Paz Glauco e Raoni

RageGT disse...

Muito triste. Tantos anos com essa turma me fazendo rir! Parece que perdi um amigo íntimo. Alías, parece nada, perdi mesmo!

Saudades...

Vini (Visentini) disse...

Realmente triste, ainda mais se vc levar em conta a maneira como tudo aconteceu!
Que ele e o filho fiquem em paz!

http://mamaosubmundo.blogspot.com/2010/03/morre-o-cartunista-glauco.html

Thiago Crivellaro disse...

vou guardar as charges políticas com carinho.

adeus Glauco.

leoseoldo disse...

Que Deus receba Glauco e seu filho e os guarde, pois o lugar do cartunista é a eternidade. Adeus!

Gabriel [Lyserg] disse...

Muito lindas as homenagens...

Fico indignado com isso...estudei com o Raoni no 1º semestre da faculdade de Multímídia,o cara sempre alto astral , sempre questionando tudo e todos, super criativo...

Desncansem em paz Glauco e Raoni!

Marina Albano disse...

Agora vc se tornou imortal...

Siroto disse...

Va em paz!
fica aqui tambem minha homenagem na forma que ele mais gostava de se expressar
http://twitpic.com/184jc5

@SirotoSereno

Anônimo disse...

Valeu Glauco

Descansem em paz você e seu filho

Carol disse...

Impressionante como tudo pode mudar em um momento.. estou profundamente triste, pois, além de ser uma leitora de anos atrás de suas historinhas geniais, também tive o prazer e alegria de participar dos trabalhos espirituais que ele dirigia.. sempre firme, sempre timido, sempre divertido... eternamente vivo em nossas lembranças.. Gratidão.

monstro do pântano disse...

Imagina a alegria do céu com o Glauco na sanfona e o Raoni metendo uma marcha na viola!!! Aquele violão é muito doido!!!
E o Chaveirinho tá rolando nas alturas!!!
Como é bom ter um Padrinho!!!
Como é bom ter um Padrinho!!!

Gabrielle disse...

Realmente é trite a perda do Glauco, fiquei em choque.
Força à família, e que Glauquito descanse em paz.

TATTOO$4LIFE disse...

Fez parte da minha infancia e adolescencia, é triste ver o rumo que toma nosso país com esta violência.
E os governantes nada fazem....ano de eleição quem sabe façam um pouquinho né.

R.I.P Glauco

Mauro disse...

Com você Glauco, também vai uma boa parte da minha adolecência...Vai em paz Mestre. E meu sinceros sentimentos a familia.

Matheus Q. Pera disse...

Não sou cartunista nem o mais assíduo dos fãs. Gostava, apenas.

A notícia hoje me deixou bem triste. Mas fiquei ainda mais pra baixo com os cartuns. Não, não... são excelentes homenagens.

Mas como fica triste ver todos os personagens do Glauco lamentando a perda de seu "pai". Triste demais...

Parcheminerie disse...

Glauco nos ajudou (a todos) a identificar personagens que, de fato, possuímos dentro de cada um de nós. E fez isso com arte! Admirável, mesmo. A obra dele é imortal e sua memória também. Vou rezar pela luz que os guiará...e pela família que sobreviveu a essa barbárie...

PAPAI FAZAN disse...

Não consigo desenhar nem uma flor que seja para minha esposa, mas como bom leitor desde uns 15 anos de idade +-(não pergunte a minha idade)estou sem rumo ao saber que não mais terei o Geraldão, Facadinha e companhia no dia a dia de leitura.

Que DEUS nos protega de nós mesmos.

brunoric disse...

Sem palavras... ainda nem sei o que falar.

=/

Bianca Rosa disse...

Putz nem da pra acreditar!!! O cara fez parte da minha infância e adolescencia... estamos todos mto triste com isso!!!!

Polliana Araújo disse...

Infelizmente foi a primeira notícia que tive hoje... fiquei bem triste, porque é horrível saber que alguém que contribui tanto pelo nosso país tenha morrido assim...

Vou deixar aqui o link da homenagem que fiz pra ele. Espero que mostre o quanto ele vai deixar saudades.

Nunca pensei que a alegria pudesse ficar triste http://wp.me/puCv3-d3

Abraços...

LUKA disse...

como fiquei triste... e os cartoons de despedida...... nossa... chorei demais ... um terremoto na vida dessa familia...

Carols disse...

dia muito muito muito triste.... sem comentar a revolta... em que mundo estamos?
escrevi um pouquinho sobre minha breve 'convivência' com o Glauco.
http://www.getinvolved.com.br/?p=3148
que ele e Raoni estejam bem... aqui, fica a saudade :(

beijo á todos

Agostinho Rodrigues Torres disse...

Fiquei emocionando com essa homenagem, e olha que nem sou de chorar. Não acompanhava as obras dele mas como historiador sei da importancia de tudo que ele fez e sinto como se um pouquinho do mundo tivesse sido derrubado com a morte dele. Muito triste a noticia para qualquer um que dá valor a um artista tão explendido!

Carlão disse...

eu também chorei com a homenagem... que morte estúpida...

Daniel disse...

Põe a minha homenagem aí, tios! (tá em voltacavaleiro.wordpress)

Lucas disse...

-Vá em Paz mestre, faça Deus sorrir um pouco pq com toda certeza ele deve tar chorando muito pela MERDA da Humanidade. =/

Franchico disse...

Nunca o conheci pessoalmente, mas parece que perdi um amigo, um vizinho, um primo. Alguém bem próximo - e a quem admirava profundamente, assim como admiro seus contemporâneos Angeli, Laerte, Luiz Gê, Spacca, Fernando Gonsales. Geração abençoada, esta. Vida longa e uma produção frutífera a todos os outros. E muita paz às remanescentes da família Villas Boas, seus amigos e parentes.

Gregório disse...

Existe um exército silencioso que segue a todos esses cartunistas. Um que não encontra em todo dia um motivo para sorrir, toddo dia é cinza, um para o qual a felicidade muitas vezes é algo tão fictício quanto qualquer sonho. Para um depressivo, como eu, muitas vezes ao ler uma tirinha é um dos únicos momentos do dia no qual realmente dou um sorriso sincero, uma risada alta, vinda de um pedaço meu que nem sabia que existia... são as vezes os cinco segundos do dia no qual se realmente respira. Hoje esse sorriso não apareceu, e sempre que aparecer no futuro, nunca mais será o mesmo, por que um pedaço da risada foi embora antes do que devia. Mas é seguir em frente e continuar nosso show aqui, porque lá ele já esta preparando a próxima edição.

E obrigado a todos os outros cartunistas do Brasil por nos fazer em algum momento do dia e de nossas vidas, ter um segundo de risada e alegria, independente de qualquer outra razão.

Ivan.

Silviah disse...

Eu não fico chocada e chorosa desde a morte do Freddie Mercury - e ja faz tempo, hein?

Mas o arrebatamento violento sempre vai chocar. Como o Senna. Demora pra cair a ficha.

Ainda não to acreditando que eu vou abrir meu jornal e não vou ler as minhas tiras preferidas.

E assim o Brasil fica mais pobre culturalmente. Coitados dos meus netos (que ainda vão vir). Quando a nova geração vier, vai achar vida inteligente sobre a Terra?

Beijão, Glauco. Muito obrigada por tudo! (reverencia até o chão)

pessoa disse...

Hastra la vista amigo,obrigado

RValentino disse...

Fiz uma paródia do Faquinha: http://www.madcap.com.br/2010/desenhos/glauco-vai-deixar-saudades/

RIP, Bróder.

Eduardo Ferreira disse...

estranho essa sensação. aprendi a adorar quadrinho com ele. Com toda essa trupe talentosa brasileira que finalmente, após muito ralar, pode sair dos jornais criar seus Novels e começar a ser levado a sério como artistas e críticos pelo País.

uma merda coisas como essas acontecerem estou tentando entender o que estou sentindo, mas tristeza é o quadro mais óbvio.

um puta de um vazio. partiu cedo doidão anos 80.

Luiz Mário disse...

O chumbo é mais forte que a pena. Continuaremos agora sem o traço caracteristico, sem a fuga que o humor forte nos proporcionava.

Realmente, o mundo acordou mais xarope hoje.

Bob disse...

é triste perder alguém de tamanha importância. Eu tenho apenas 20 anos mas conhecia alguma coisa do trabalho do glauco. É nessas horas que percebemos como a nossa cultura está sendo destruida. A unica coisa que nos anima é poder ver essa homenagem dos colegas e amigos de glauco que não nos deixa desacreditar no poder dos cartoons.
A sua morte será sempre lembrada não pelo fato, mas pela falta, de fato hoje o Brasil perdeu um pouco de sua alegria e brilho, sinto como se a bandeira estivesse faltando uma estrela, esta com certeza agora está no céu.
Apesar do fato ainda somos felizardos só por poder apreciar a obra de glauco, e por saber que a semente está plantada, seja nos grandes cartunista ou nos que ainda estão nos primeiros rabiscos.

Anônimo disse...

Em uma época que era solteiro, desempregado, morava com os pais e era folgado parece que o Geraldão foi escrito para mim. Casei, sou microempregado, construi uma casa e meu ídolo ainda é o Geraldão. Glauco e Raoni descansem em paz.

Thays vas disse...

Linda Homenagem! Não poderia ser melhor. Saudar um Cartunista com risos sinceros.
Faça uma boa viagem grande artista GLAUCO.

Bejos.

Anônimo disse...

Triste!
Por mais um gênio que parte (levando seu filho) e por uma sociedade que se mobiliza pouco e permite que esse tipo de coisa seja cada vez mais constante nessa terra de ninguém!

Renata Fern disse...

Confesso que não acompanhei a carreira do Glauco e que muito coisa sobre ele só descobri hoje.. Mas solidarizo-me a todos que se sentem indignados com mais esta morte estúpida de um dos grandes personagens da cultura brasileira.

Renata Fern

Kokokil disse...

Faltam palavras.
Sobram saudades.

Carlos disse...

que merda

Lennon Jorge disse...

Sobre o "rir para não chorar", apenas uma ressalva: não foi morte natural ou por acidente. Foi por crime. Além do mais, não creio que ele (Glauco) tenha ficado feliz ao saber que o filho foi junto...

O artista que tanto retratou e criticou isso em vida, agora integra as estatísticas. Números de um país em que NÃO dá valor à vida. E essa, seja de um famoso cartunista, ou do vizinho da esquina.

Lamentável e triste.

Saudades, mestre.

Nato Lopes disse...

Infelizmente Glauco e Raoni se foram. Mas a obra de Glauco permenecerá e nos servirá para lembrar que além de um artista notável nunca devemos dimunuir nossos anseios por paz e amor para todos, pois o que aconteceu com ele é fruto de um certo ceticismo e apatia que há nas pessoas, de deixaram tudo como está, e tanto faz como tanto fez. Enquanto pensarmos assim fatalidades como essa serão recorrentes, nessa hora é sempre dificil acreditar em algo ou em alguém. Mas devemos nos manter firme, seguir adiante a continuar batalhando e acreditando num mundo melhor.
Uma coisa é fato: os quadrinhos nacionais nunca mais serão os mesmos.

A familia de Glauco meus mais sinceros sentimentos

Anônimo disse...

LAMENTAVEL! Quando vai parar com tantas mortes, descaso , ? ??????????? nunca!!!!!!!!!!!!! realmente a droga vai dominar esta praticamente dominado ! que tristeza !!!!! regina

Mary disse...

Não cheguei a chorar, pq não sai. É como se estivesse entalado aqui na garganta, um nó horrível e uma tristeza muito grande no peito.
Até quando, meu Deus?
Eu até pensei em desenhar algo, mas o scanner tá quebrado e assim como ele, eu ainda sou daquelas que desenha no papel.

Caio Lausi disse...

http://twitpic.com/183ij6

Minha homenagem.

Luiz Sussi disse...

caraca cara, nao sabia quem era o tal glauco que todo mundo falava que havia sido morte até que chego no trabalho e vejo que o criador do Geraldao e tantos outros havia morrido, o que quero dizer é que mesmo nao conhecendo o cara e não conhecendo sua obra inteira, ao ver esse post eu tive que me segurar pra nao chorar aqui!

agora só nos resta rezar =Z

André Fonseca disse...

Não há palavras para expressar a tristeza que sinto pela morte do Glauco... Até quando a impunidade vai reinar nesse pais???

Descanse em paz Glauco e Raoni!!!

Luciano disse...

Chorei de manhã e chorei muito quando li este post. E por alguém que nunca vi pessoalmente. Nunca tinha ficado tão abalado por um "desconhecido". Aliás um desconhecido que fez parte de muito tempo da minha vida. Eu sempre disse que não tinha ídolos, hoje descobri que tinha.

Anônimo disse...

Pois é, queridos Glauco e Raoni,...estamos todos "Geraldões" muito tristes..., chorões e ...mas com certeza "Geraldão Chorão" não rolava...mas que puta saudade queridos Glauco e Raoni...

Escola de Desenho Montenegro
Taubaté - SP

marcelo disse...

glauco. obrigado por criar o geraldão e outros para nos fazer rir em um mundo triste.
vai com DEUS.

Anônimo disse...

O Brasil ficou mais sem graça, nem me lembro mais a quantos anos acompanho suas tiras. Descansem em paz

Anônimo disse...

Bela homenagem!!!

virttus disse...

Desespero, raiva, angustia, saudades... caindo no lugar comum, porque os bons tem que morrer cedo, porque no lugar do Glauco não foi um politico canalha qualquer que não faria falta? Paro por aqui, pois angústia não combina com a arte e o legado deixado pelo gênio dos traços.
GLAUCO VIVERA ETERNAMENTE ATRAVÉS DE SUA ARTE!!!!

Anônimo disse...

Eu sinto tanto por essa mulher que perdeu o marido e o filho de uma vez. Que tenha forças para seguir vivendo...

Anônimo disse...

Fã. Apenas sou uma fã. Sentirei mta falta das tirinhas, onde eu ia lê-las tdos os dias antes de qq notícia que a Folha trazia...
Meu bjo e abraço sincero a essa mãe. Mto triste.

catherine disse...

Acredito que revolta seria a palavra mais apropriada para o sentimento de todos nós diante desse infeliz ocorrido! A perda é sem tamanho... =/
Parabéns a todos que fizeram e estão fazendo suas homenagens no blog. Os desenhos estão demais e, com certeza ele está achando o máximo, esteja onde estiver agora! RIP Glauco!

Flavico disse...

Desde molequinho me acostumei com o traço esquizofrênico do Glauco. Ele era um dos raros cartunistas que conseguiam ser grandes, ainda que péssimo desenhista.

Chocante mesmo é ver alguns comentários com crítica política velada: "vítima da violência de São Paulo!", como se a culpa fosse do Serra.

Taí, agora sabemos que não foi latrocínio e que não foi a "violência de São Paulo" que nos tirou Glauco. Politiqueiros macabros: tratem de se retratar!

CADU disse...

Perdemos Um Mestre e seu filho na Atitude impensada de uma pessoa que acha que tem o direito de tirar a vida de alguem...Glauco Descance em Paz.... A Familia Meus Sentimentos....

Anônimo disse...

Confesso que sou mais nova do que muitos aqui e não tive o prazer de acompanhar as tirinhas de Glauco na infância e adolescência, como muitos aqui fizeram. Mas era incrível como ele sempre soube fazer as pessoas sorrirem e de repente, acontece uma tragédia dessa. Olha que eu chorei..
descanse em paz, Glauco e Raoni. Vocês estão em um lugar muito melhor do que aqui. E nunca se esqueçam de sorrir, porque nós nunca nos esqueceremos ao lembrarmos do Mestre!

Paulo Cezar disse...

O dia está vazio. Com se alguém da minha familia tivesse partido. Mas não deixa de ser ... Seus personagens estavam presentes nos melhores momentos da minha vida.

joiaguiar disse...

Vcs todos foram d + nas homenagens, mas especialmente o DJota Carvalho,Bira Dantas ,Carriera e Caio Schiavo....Caras!!!! meu coração ficou apertado quando eu vi o que vcs fizeram...Muito Especial!Tô chorando...vc traduziram os sentimentos de todos!Obrigada por isso!

BRUNO ZECCA disse...

Quando vi a notícia não acreditei
Ele foi um dos responsaveis por eu começar a desenhar.Dia muito triste.
Descansa em paz Glauco

Carolina Silva disse...

Muita coincidência... na última quarta eu estava me recordando da minha infância, e como era feliz aguardando a chegada da Folhinha de São Paulo aos sábados, pra apreciar a "cereja do bolo" - as tiras do Geraldinho na última página! E mais tarde eu estaria lendo as adultas: Geraldão, Zé do Apocalipse, Zé Malária, Dona Marta, Ficadinha... sem contar o incrível Los Tres Amigos junto com o Angeli e Laerte.

Hoje acordo com a triste notícia: Glauco e seu filho, assassinados em sua casa! Uma sexta, que tinha tudo para ser alegre, ficou cinza, e o Brasil perde um grande cartunista, que, como poucos no Brasil, conseguiu levar sua arte para vários horizontes. Que seja feita a justiça, e que a família tenha muita força para aguentar tudo isso. A nós fans, fica a saudade e a lembrança em suas tiras que ficarão imortalizadas.

marcelloantunes disse...

MERDA MERDA MERDA. QUE VAZIO. PAI E FILHO MORTOS POR UM ATO ESTÚPIDO. ÀS FAMÍLIAS DO GLAUCO, DE SUA ESPOSA, DE SUA IGREJA; À TODOS QUE APRENDERAM A DESENHAR O GERALDÃO E À FAMÍLIA DOS CRIADORES DE HQ, MEUS SENTIMENTOS.

Anônimo disse...

Glauco não morre porque não se mata a Arte. O Brasil está de luto pela morte de um grande cartunista.

GibadaMotta disse...

Avohai Glauco e Raoni! Geraldão Vive! Glauco ficará eterno em seus personagens hilários, críticos, ácidos e geniais. Dona Marta chora sozinha perdida em alguma sala escura da cidade violenta. Estamos TODOS mais órfãos a partir da última madrugada. Obrigado GRANDE GLAUCO! GibadaMotta Xapecó/SC.

Marcus disse...

Um amigo lá em cima postou não entender pq pessoas vão aos enterros de artistas que eles nem conhecem...
O que eu não entendo é as pessoas irem a enterros de pessoas q nada fizeram...

Glauco criticou, contemporizou, inovou, chocou, divertiu,instruiu... TUDO que uma obra de arte deve ter. Tudo que um verdadeiro artista deve fazer.
Esse merece uma homenagem. Uma lembrança. E a certeza de que, como na charge acima disse, a alma do artista é imortal.

Belíssima homenagem do Universo HQ e dos artistas que nele postaram. Tocante. Me lavou a alma de dentro pra fora. Parabéns. Vá em paz, Glauco e Roni.

E que nós cada vez mais nos "desamortizemos". É hora de levantar e lutar pelos nossos direitos. BASTA!!!

Wolney disse...

Se é que de fato existe vida inteligente na Terra...certamente está cada vez "menas" inteligente!

É lamentável, lastimável e intragável!

Que fiquem em Paz, onde quer que estejam!

Junior

Guimara disse...

Uma perda irreparável.
Chiclete com Banana, Mad e Casseta e Planeta fizeram parte da minha infância/adolescência e até hoje não apareceu nada tão irreverente como essas revistas (não sou da época do Pasquim, que também era genial).
Um pai de família ser assassinado ao lado do filho é um absurdo enorme e não existe dor pior pra quem fica.
Meus sentimentoa à família do Glauco e seus amigos, grupo no qual me incluo mesmo tem se quer ter estado perto dele um dia.

michel lenev disse...

Lamentável!
http://serobjeto.blogspot.com/2010/03/ser-objeto-7.html

Igor Fioli disse...

É muito triste. Alguém qua tanto marcou gerações, agora jaz morto, por ignorância alheia.

Se existe um céu, que ele esteja lá e que nos envie uns quadrinhos por e-mail!

Acho que é a hora do povo protestar contra as armas... Já DEU!

Antonio disse...

Conheci o Glauco em 1974, quando inventamos de fazer um gibi em São Carlos, chamado Vixe, o único gibi feito por estudantes de engenharia de que tenho conhecimento. O Glauco era muito amigo do Orêia (que um colega paulistano chamava de Orelha), e tinha desenhado, com seu irmão, Pelicano, umas tirinhas no primeiro número da Vixe. Nessa época, ele ainda morava em Ribeirão Preto. Encontrei-me com ele muitas outras vezes, no balcão do Riviera, na Vila Madalena, na redação do Folhetim, no festival de Iacanga, nas mesas do Pingüim (será que tiraram o trema da placa do Pingüim?) e em outros lugares divertidos que conheci na vida, antes de amarrar a minha égua aqui no Planalto Central. Era um cara legal, despretensioso, uma mistura de maio de 68 com Woodstock, como, aliás, éramos quase todos.
Se eu fosse o Ubaldo, o Paranóico, iria querer saber se o Glauco alguma vez desenhou o Maomé em cima de um tapete, naquela posição em que o Napoleão perdeu a Guerra. Por que é que alguém iria querer tirar a vida de um cara boa praça como o Glauco?
O Geraldão ficou órfão. E agora quem é que vai pagar a pensão dele?
Estou muito triste e muito puto! Aquele abraço.
Cardosinho

Silvano disse...

snif...

Hiran Eduardi Murbach disse...

Eu era pirralho, e lembro de ler na casa do meu tio um gibi de tiras do Geraldão, que eu achava o máximo. Depois, comecei a ler Los 3 Amigos.

Glauco fez parte da minha escola de quadrinhos

Ravens House Brasil disse...

ESPOCANDO A SILIBINA JUNTO COM OUTROS FERAS DO QUADRINHO NACIONAL EM ALGUMA EDITORA CELESTE (ou infernal...heheheheh...pois o Glauco era foda!).

VAI NA FÉ GUERREIRO QUE NEM O CÉU É MAIS O LIMITE!!!

E O FIM DE SEMANA COMEÇA TRISTE E CARETA.

Luiz Sardinha disse...

Henfil, Glauco, Angeli, Laerte, Luiz Gê... Esses caras me ensinaram que Histórias em Quadrinhos são muito mais que Disney, Turma da Mônica e Super heróis, desde as tiras de jornais passando pelas revistas (Circo, Chiclete com Banana, Geraldão). Ainda lembro da época que recortava as tiras do Jornal e guardava tudo numa pasta e ficava tentando desenhar o Bob Cuspe, o Geraldão, o geraldinho... Super homem e Homem Aranha? Batman e Hulk? Que nada! O maior crossover de todos os tempo foi "Los Três Amigos". Desde já sentiremos saudades.

Sidney Gusman disse...

Obrigado a todos que escreveram e mandaram desenhos.

Esse crime bárbaro, além de chocar pela violência, nos privou da alegria que o Glauco trazia aos seus leitores.

A melhor lembrança que tenho do Glauco vem de 2002, quando eu fui jurado de um salão de humor em Recife na companhia de Glauco, Laerte, Angeli e Adão Iturrusgarai.

UMA chance pra adivinhar quem era a vítima das zoações. Mas foi um barato.

Depois disso, nos vimos poucas vezes e conversamos mais por telefone, mas nutria por ele um respeito e uma admiração que não diminuíam com a distância.

Fica bem aí em cima, Glauco. E cuida do Raoni.

Lcdrum disse...

Caras, não sou cartunista mas como muitos aqui eu reparei que achar uma referencia de um personagem triste do Glauco é impossível, pois até nas tiras mais sombrias que ele desenhava ele sempre punha um humor incontestável, inteligente e contagiante.
Apesar de não te-lo conhecido pessoalmente, é assim que sempre imaginei ele, uma pessoa que apesar de todos esses enrroscos que a vida nos traz, sempre conseguia ver com uma pontinha de otimismo esse nosso Brasilzão véi sem porteira.
Eu creio que da mesma forma que pra mim para todos aqui, o Glauco é uma daquelas pessoas que mesmo sem ter conhecido é como um grande amigo que se foi e vai deixar um vazio enorme, como pessoa, como artista, como amigo e como grande mestre que é.
Chorei, chorei muito sem saber por que, mas depois de algumas horas entendi, que as lágrimas foram uma retribuição a todas as gargalhadas que dei ao ver o trabalho desse cara, maravilhoso!!!

Com isso deixo aqui os meus pêsames aos amigos, a familia e a todos os órfãos alunos dessa grande escola que é Glauco Villas Boas, tanto por sua morte quanto pela morte de seu filho.

Att: Luciano Lourenço

disse...

Cresci lendo o Geraldão e os cartuns do Glauco. Numa Bienal, acho que por volta de 1986, ele estava autografando um livrinho do Geraldão. No meu exemplar ele desenhou o Geraldão e escreveu: "Para o Zé, um Geraldão bronha. Glauco". Foi o autógrafo mais legal que eu ganhei na vida. Seu traço era original demais. Um talento natural, tão espontâneo. Um artista único. Um senso de humor incrível. E as ousadias, maravilhosas. Adorava tudo que ele fazia. Fiquei muito triste e chocado ao saber do que aconteceu com ele e seu filho, uma estupidez e brutalidade que mata a gente por dentro. Aquele lugar na página de quadrinhos da Ilustrada vai ser para sempre do Geraldão, da Dona Marta, do casal Neuras e de tantos outros personagens inesquecíveis. Onde mais existe um artista que desenha genitais masculinos e femininos com tal leveza e graça, sem um pingo de agressividade ou vulgaridade, numa tira em quadrinhos publicada no maior jornal de um país? Pelos relatos de quem o conhecia e pelos poucos minutos que o conheci, ele tinha uma humildade desconcertante em vista de seu talento e um coração enorme. Espero que ele tivesse pelo menos alguma noção de quantas risadas e encantamento seus desenhos provocavam diariamente em milhares e milhares de pessoas que nunca puderam agradecer a ele pessoalmente. Poucos daqueles que nos deixam continuam imortais no coração de tantos. Obrigado, Glauco. José Antonio Amaral.

Carolina. disse...

Grande Glauco!
Estaremos contigo.

Meus sentimentos à família e aos amigos.

Grande abraço!

BrancaINPura disse...

Bonita ideia a vossa.
Tive o privilégio de conhecer o Glauco também, num workshop de Banda Desenhada que fiz em Curitiba.
Ele era irresistível de tão meigo.
O céu vai apaixonar-se por ele... :)

Glauco, om amor e algumas coisitas
Branca Aurora

Coisas nossas disse...

Lindíssima homenagem de todos vcs. Com muita tristeza...

O Mundo de Chaves disse...

Deus abençoe o meu grande amigo raoni

amelie poulain disse...

A notícia caiu como uma bomba aqui em casa esta manhã...
Daqueles meus íconos da infancia e da juventude nunca mais ouvi uma buzina nem me divirto quando me jogam abacaxis como fazia o Velho Guerreiro, fiquei sem as trapalhadas do Mussum e do Zacarias, perdi passarinhos como Elis, Clara Nunes, Nara Leão, deixei de olhar o Corcovado com os mesmos olhos quando se foi Jobim, nunca mais houve garota de Ipanema com a marcha do Vinicius, "tentei outras vezes" superar estes transes mas sem o Raulzito foi diferente, a casa caiu quando morreu o Bezerra e o Zé Ketti, Cazuza se foi e Brasil não mostrou sua cara, nunca mais se soube da relação de Eduardo e Mônica quando o Russo deixou de cantarnos, me senti semi abduzida quando nos deixou o mestre Science. Isso por citar alguns artistas da música igual que doeu no peito a morte de escritores, poetas, atores e atrizes e a lista não caberia aqui. A porrada foi das grandes hoje... o Glauco foi o salto da ingenuidade do Maurício de Sousa às sacanagens de minha pré-adolenscência. Parece que compartilhei com ele papos que nunca contei à minha irmã destas coisas de sexo, drogas, róquenrou, bebedeiras...um amigo íntimo mesmo que ele nunca soubesse. Numa mesa de bar da Augusta, breja e dando risada pra caracas.
Uns de uma forma ou de outra, fui vendo com o passo dos anos como fui ficando sem referentes, sem ídolos. Entre tantos sentimentos misturados, com uno de los 3 amigos há indignação, choque, pranto e desencanto... Pena que nos tenham arrebatado de forma tão trágica Glauco e Raoni. Minhas risadas demorarão muito em ser as mesmas... Paz, hasta la vista amigos !

Rubens Deperon disse...

Caramba, eu amei o trabalho desse cara. Q ida besta ! Sinceras condolências à família pela perda e dor sem tamanho de marido e filho. O Brasil chora essa perda.

Anônimo disse...

sou fa incondicional do glauco e fiquei arrazado com a triste subida dele,mas o que me consola é que o ceu ta mais alegre. meu pai vai conhece-lo e rir muito. Descance em paz amigo. Meus pessames para toda a familia.

Julie Way disse...

Um artista brilhante que conheci (a arte) ainda na infância, me impressiona ver o quanto seus trabalhos, por mais antigos que sejam, continuam super atuais e contemporâneos.
Vai cedo, nesse país que carece tanto de gênios como ele, nesse mar de lixo em que nos encontramos hoje.
Foda!

Thiago MC disse...

Tenho um blog (www.santothiago.blogspot.com) e além do desenho que mandei pra cá fiz questão de postar um ahomenagem a quem nos deu tantos sorrisos e alegrias!!!

Fique com DEUS agora meu amigo e obrigado ao Universo HQ por deixar nós desenhistas postar nossa homenagem!!!

ricardo disse...

Adeus Glauco descanse em paz
que a violência tenha um fim e que haja justiça.
muito triste

moises disse...

...tristeza...

Willdaves Machado disse...

Nossa, cresci com as tiras de Glauco, adorava Geraldão e cia. Adorava Los 3 Amigos. Há dias em q sonhamos com dias melhores para toda essa violência, mas notícias como esta são como um verdadeiro pesadelo. Adeus a Glauco e a seu filho.

Max Dias disse...

Eu nao acredito no que eu li hoje nos jornais. Como pode isso ter acontecido. Eu lia as tiras e rachava o bico. Será que vão proteger esses meliantes como fizeram com os assassinos do Menino João Helio. Fica em PAZ meu caro Glauco, e que sua familia seja confortada.

Cláudia Azevedo disse...

No momento não cabem palavras...apenas o sentimento de perda de alguma coisa inatingível que nos foi tirada...sem licença...nem nada...toda uma geração perdeu um pedaço das suas vidas...a contracultura perdeu...a cultura perdeu...todos nós...o trajeto de toda uma criação foi interrompido...não percamos a essência e todo o legado de valores e influências que nos foi deixado pelos seus personagens...

Pustamerda!!! Um pedaço de nossa identidade se foi!!!

Pelo ato de um infeliz irracional agora Glauco e sua obra são agora imortais!!!

Um dano lamentável e irreparável........para a família, amigos e fãs.....

Uma puta homenagem de cartoons postados..............

Anônimo disse...

Minha homengem ao Glauco vai por vias tortuosas, porém diretas:

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3738034217193656700

Acima está o perfil do acusado do crime que privou-nos do grande artista que foi o Glauco. Pude dizer ao sujeito o quanto isso foi infeliz.

Agora, todos vocês também podem desabafar com quem merece. ENJOY

Dri Krüger disse...

falar o que...

Anônimo disse...

1º quadro - Glauquito chega no céu:
"¡Que puerra! No me contava venir hacia arriba tan cedo."

2º quadro - Andando nas nuvens:
"Tanta mierda por hacer aún..."

3º quadro - La Lora Tesuda:
"¡Bueno! ¡Siempre se puede cazar la Anastasia Blue!

---
Glauco e Raoni, descansem em paz.
Meus pêsames para toda a família.

PAZ!
ASS.: Acácio Luiz, 12/03/10.

Ricardo disse...

R.I.P. Glauco, deixa saudades!

:(

la_reina disse...

Querido Glauco, um dia sentarei com meu filho pequeno que ainda está na primeira infancia. Ele nasceu no exterior e está aprendendo português e entendendo o humor brasileiro faz pouco tempo. Lhe contarei o cara batuta que você foi aqui na Terra. E o quanto eu aprendi com você. Será o dia em que lhe presentearei com tuas publicações infantis e lhe entregarei meu velho Chiclete com Banana amarelado.Você foi um referente essencial no que eu sou, só tenho a agradecer por tantas risadas boas e tantas sacanagens que me ensinaram a ser pessoa e a me virar sem ter que prejudicar ninguém. Tenho certeza que os pilantras que arregaçaram tua vida, a do Raoni, a tua família e todos nós são uns amargurados que nunca leram tuas tirinhas e por isso são tão infelizes. Fizeram um arrastão sentimental e moral com todos os brasileiros mas fica de boa, sabendo que vocês 2 estão no lugar onde as GRANDES PESSOAS merecem estar e que aí tá bem melhor que aqui nós aguentamos os trancos. E os barrancos. Mas de verdade, queríamos que vocês estivessem aqui porque como GRANDES PESSOAS vocês eram valentes pra ter aguentado mais tempo no inferno.

Descansa em paz véio e vê se não descamba geral na tua festa de bem vinda ao CÉU. Tem o Raoni para te acompanhar nas baladas ad infinitum. Que DEUS abençoe ambos!

de uma herdeira intelectual, um salva ao MAJESTADE e ao PRINCIPITO !

Claudia disse...

Lamentável demais, hoje meu dia foi triste, acordei já com uma notícia péssima, onde vamos parar? paz paz Paz não aguento mais....

Glauco deixa muitas saudades....chocada, chateada e triste....

Glauco e Raoni Descansem em paz, vcs estão em um lugar muito melhor.....


Linda homenagem dos cartunistas!!! linda.... parabéns...

la_justiciera_chachacha disse...

Hey, em vez de publicar o link do indíviduo aqui não era mais fácil facilitar esta informação pra polícia? A gente tem vontade de espancar o figura mas o caso é que se estamos aqui fazendo nossas homenagens, significa que somos a favor da paz e da justiça. Que faça justiça quem tenha que fazer: a polícia e Deus! Estes canalhas não vão se encontrar com o Glauco e o Raoní na melhor vida.

Amauri de Paula disse...

Nota de Pesar

Numa hora como essa não podemos nos render ao silêncio, e ainda que sufocados devemos transmitir nosso sentimento.
Nós acreditamos que a morte do cartunista Glauco nos coloca novamente no grande embate social do país, mas isso não é razão para racionalizar a perda. Não há nada racional em um assassinato.

Estamos mais tristes, mais pobres como brasileiros, mais pobres como seres humanos...

Lamentamos a morte de um pai e de um filho. Lamentamos a morte de um colega, mas sobretudo, lamentamos a morte de um ser humano.
Neste momento de pesar, nossos pensamentos são para a família de Glauco, que teve duas perdas irreparáveis. Nossa tristeza é elevada pois é tudo o que podemos fazer, demonstrar tristeza, e pedir providências. Nosso país, nossa vida e nossa cultura não podem ser reféns da violência urbana, seja em qualquer cidade de qualquer estado.

Seguiremos em frente, é bem verdade, mas o faremos mais tristes e mais solitários.

Vá em paz Glauco. Por aqui é nosso dever continuar a procurar a paz.

Associação Cultural Nação HQ
Belo Horizonte - MG

uma admiradora disse...

Me parece inacreditável como dois infelizes e dez balaços provocaram o apagão geral do Brasil e de milhares de sorrisos, sejam ou não seguidores do Glauco. Um arrastão nos nossos sentimentos e na moral deste país.

Fiquem com Deus Glauco e Raoni, triste perda, só temos que agradecer que tenhas passado por nossas vidas e nos oferecido o melhor de tí e o mais difícil hoje em dia: fazer-nos rir.

Despedaçaram uma das páginas mais felizes de nossas vidas e da cultura desse país :(

Hamer Palhares disse...

Caros,

Bela homenagem, ainda sim permaneceremos tristes e injustiçados. E mais xaropes...
Também escrevi um texto sobre nossa perda em meu blog: http://hamerpalhares.blogspot.com
"Como viver sem Dona Marta".
Abraços a todos,

Hamer

Anselmo F. Forati Jr disse...

Fui consumidor assíduo dos quadrinhos nacionais da década de 80. Tinha pilhas de revistas, e Geraldão era minha preferida.

Ele fez parte da minha história. Não conhecia o Glauco, a história dele, mas imaginava como um jovem talentoso tentando realizar sonhos, vendendo o almoço pra comprar a janta, sabe?

Ainda hoje desenho seringas em meus corações... E aquela cruz de esparadrapo.

Sei que muitos corações estão precisando de curativo hoje.

Raoni, Glauco... Valeu.

Anônimo disse...

que tristeza... personagens órfãos agora.

Wyllison disse...

Revolta, sinto como se tivesse perdido alguém próximo, pois suas historinhas sempre me foram próximas e fizeram parte da minha infância e adolescência. Vá com Deus Glauco e Raoni.

Wyllison disse...

Revolta, sinto como tivesse perdido alguém próximo, pois suas historinhas sempre me foram próximas e fizeram parte da minha infância e adoloscência. Vá com Deus, Glauco e Raoni.

Pajeú disse...

Que merda de país violento do caralho onde o dinheiro dos corruptos de Brasília poderia muito bem melhorar a educação do ainda miserável e primitivo povo brasileiro.
E não é apenas em crimes bárbaros como esse que verificamos o quão animalesco é o brasileiro. Basta bancar o pedestre no trânsito de São Paulo pra você sentir a agressividade gratuita das pessoas como algo já cultural. Já é costume nosso tudo isso.

solange disse...

Desde que o Glauco postou seu primeiro desenho,me apaixonei pela forma não rebuscada,porem com poucos traços dava vida a seus personagens
E como vieram figuras interessantes,quem nunca riu com o Geraldão ou se viu no casal Neuras.
Tudo fica escuro o papel hoje esta de luto,nem nanquim quer receber.
Ficamos orfãos do humor e da satira bem construida e de facil entendimento.
Mataram não só o Glauco mais todos os seus personagens.
Que todos descansem em paz,enquanto aqui na terra iremos levando sem mais suas charges e muito menos com sua cor.

BAR DO BARDO disse...

Parabéns pelas hoemnagens - merecidíssimas!!!

Sou poeta - me chamo Henrique Pimenta e moro em Campo Grande-MS - e também publiquei uma homenagem no meu blogue: http://dobardo.blogspot.com/

Glauquito


Que traço primoroso o desse cara!

São tantos personagens, nem detalho!

Que trampo do cacete, coisa rara!

E vem dos Villas Boas?... Me aparvalho!


É certo um sertanista de preparo

Com a pena dos caboclos no trabalho.

Um glauco indigenista que comparo

Ao Glauco, o cartunista do caralho!


Seus tipos somos nós, os cromossomos

Do cosmos que se assume como caos

Nas tiras de Faquinha e Geraldão.


Mas hoje estamos sós porque não somos

Em suma pela paz, um dois de paus

Aos tiros que o mataram sem perdão.



*** Glauco e Raoni, namastê!

daniel grilo disse...

mestre glauco, obrigado!

Albie Back disse...

Morreu uma parte da minha infância.

Anônimo disse...

luz, paz e amor...

thais disse...

Hoje o mundo ficou mais cinza! A tristeza substituiu a alegria que sempre senti ao ler as revistas do Glauco, guardo-as com todo carinho, mesmo amareladas pelo tempo, elas são o meu tesouro...não empresto pra ninguém, porque tenho medo de que não seja lhe dado o devido respeito! Agradeço ao Glauco todos os bons momentos que me proporcionou e as frases que uso até hoje tiradas de suas histórias!

Até quando vamos ficar imunes a violência gratuita? estou muito triste!Sentimentos a família, e a todos os leitores e fãs...

Anônimo disse...

meus sentimentos a familia do Glauco e Raoni.Senti muito o acontecido.Ainda bem que coleciono todos seus desenhos.Sou seu fã e primo.Sei que Deus os acolheu e deve estar uma grande festa para os recepcionar.Bela Homenagem dos vários cartunistas.

Fabio Sketchup- Minhas criações disse...

Que triste, linda homenagem de todos.

Niil Fernands disse...

Eu estou muito triste me sentindo orfam... adeus cara nunca te vi mas sempre te curti,,,Geraldão esta sem pai...bjos me caro...

Niil Fernands disse...

`Vc ´e terceira pessoa que eu choro,´chorei pelo Raul Seixa, Renato Russo e agora vc...
Meus herois estão morrendo isso doi...

Jonathan Budal disse...

Conheci os personagens do Glauco quando era uma criança,ao ver pela primeira vez a revista Chiclete com Banana,revista que meu tio sempre comprava,fiquei simplesmente apaixonado pelo desenho e desde então sonho em ser um cartunista.Me entristece muito saber dessas mortes tão banais e saber que mais uma vez nós perdemos um pouco da nossa cultura para violência.Descansem em Paz,Mestre.

Mário David disse...

Não conheci Glauco como deveria. Talvez pela distância física ou pela simples falta de hábito em ler suas obras e personagens. Entretanto, antes de Glauco e Raoni quadrinhistas, temos Glauco e Raoni, pai e filho. Assassinados. Violência. Crime. Não dá para ficar calado. Como todos, eu queria poder fazer algo, mas também só posso dizer que suas faltas são sentidas, e por muitos que nem chegaram a conhecer. Descansem em paz, pai e filho, Glauco e Raoni. Condolências à família. Consciência às autoridades desse país. Sensibilidade para todos. Amém.

Talita disse...

Nossa, eu fiquei e ainda to ABISMADA com o que aconteceu, essa tragédia, mesmo...
Assim como para vários, as historinhas do Glauco rodearam minha VIDA, DESDE minha infância!!! E eu sempre AMAVA ler as tirinhas dele e de outros cartunistas tambem....realmente, perdemos GRANDE PARTE da nossa cultura e dos protestos feitos através dele, hoje...
Vai ser infinitamente TRISTE lembrar disso quando nao encontrarmos mais as tiras dele nos jornais...
É nostálgico ver uma historinha do Geraldão, Dona Marta, Casal Neura, entre todos, e saber que essa construção que atingiu GERAÇOES foi interrompida....é de causar dor.
Eu sempre fiquei triste ou até emocionada com a morte de tantos artistas imoprtantes pra mim, mas hoje....hoje eu chorei.
Lastimo por essa perda irreparável... Mas que a herança deixada por ele nao morra jamais.
Estejam em paz, Glauco e Raoni.

Rod disse...

Tristeza imensa.

Minha adolescência toda confortada pela leitura dos seus quadrinhos.

Eram excelentes, uma terapia.

Minha homenagem a este grande cartunista e a seu filho.

Desvairando Na Pauliceia disse...

Este país esta cada dia mais surreal !
Amo o Brasil! mas tem dias q da uma vergonha !
Que toda a dmiraçao dos fãs, dos amigos e ate dos q somente hoje conheceram Glauco, sirva de conforto para a familia !

Murilo disse...

Me junto a todos aqui,O Glauco faz falta,sou fa Dele e dos Personagens, Ri muito com eles, tenho muitoo a agradecer.Espero que sua familia encontre Paz pra superar essa Tragedia,Oro por isso.

Fausto - Piracicaba/SP disse...

Há vários anos, todo santo dia, eu pego a Folha, ou a acesso pela web, e a primeira coisa que vejo são os quadrinhos. Quanta alegria; quantos sorrisos, quantos bons momentos toda essa turma me proporcionaram: Geraldão, Faquinha, Doy Jorge, Nojinsk, Casal Neuras, Cacique Jaraguá, Vicente Tarente, Ozetês, Netão, Dona Marta, Zé do Apocalipse, Edmar Bregman... Por muitas e muitas vezes este era o único momento do dia que eu sorria, em meio a tanta correria e tantos dissabores e más notícias. A seção de tirinhas com certeza nunca mais será a mesma. O Brasil perdeu mais um grande artista que deixou um legado de valor inestimável. Que Deus receba e conforte as almas de Glauco e Raoni.

CISELIZIO disse...

SÓ! SÓ! SÓ!
Pos! Pos! pos!
So! So! So!
Di! Di! Di!
Zer! Zer! Zer!
Uma! Uma! Uma!
Coisa! SniF!
PORRA! CARALHO!
o céu é de FUDE!

Loo disse...

A tristeza veio parar aqui no Havaí.

Salat disse...

Sinceramente esse país só me envergnha. Um homem de bom carater, de grande sabedoria, conselheiro, de paz, amigo de todo mundo, sem nenhuma maldade no coração, amado por sua grande família brasileira; isso tudo sem falar da sua grande aptidão profissional como cartunista, que passa seus dias com a missão de promover a paz, o amor e ajustiça nesse mundo ter sua vida e a de seu filho ceifada por um playboyzinho de merda. Só mesmo nesse país de injustiça. De que se orgulhar em um país onde as poucas coisas que nos dão orgulho nos são tiradas de forma brusca e violenta?

Salat disse...

Sinceramente esse país só me envergnha. Um homem de bom carater, de grande sabedoria, conselheiro, de paz, amigo de todo mundo, sem nenhuma maldade no coração, amado por sua grande família brasileira; isso tudo sem falar da sua grande aptidão profissional como cartunista, que passa seus dias com a missão de promover a paz, o amor e ajustiça nesse mundo ter sua vida e a de seu filho ceifada por um playboyzinho de merda. Só mesmo nesse país de injustiça. De que se orgulhar em um país onde as poucas coisas que nos dão orgulho nos são tiradas de forma brusca e violenta?


Salat.

ZAPPA disse...

O editor do UHQ, Sidão, presenciou passagens hilárias e pode confirmar a alegria de compartilhar momentos humorados e memoráveis ao lado de Villas Boas...Assim, resolvi postar nossa homenagem ao grande Glauco neste site que une amigos e colegas de todo este Gigante Brasil.



“Conheci Glauco pessoalmente na década de 90, quando eu peregrinava as cidades do Brasil com uma pasta cheia de rabiscos e idéias.

Além de influenciar através de seu traço rápido, certeiro e caligráfico, ele me incentivou bastante a ingressar na carreira. Depois disso nos tornamos amigos pessoais e nos esbarramos em eventos do país como congressistas e palestrantes, nos quais Glauquito fazia rir até quando estava em silêncio, aquele olho esbugalhado e atento instigava sobre o que ele deveria estar pensando das coisas...

Glauco sempre passou um ar "Who Cares" de irresponsabilidade, mas em minha opinião sempre cuidou do bem estar de quem o rodeava com extrema competência... É imensurável a perda tripla: deste gênio do cartunismo brasileiro, de um amigo sempre disposto a colaborar e de um colega (ídolo) tão inspirador”.

Ainda não tenho distanciamento para falar sobre a ocasião que tira Glauco de nosso plano. Só sei que foi uma Covardia animalesca e um reflexo sem graça da violência instituída no país.

Queria profundamente que Glauco reencontrasse a paz em outros planos... A paz que ele semeou, a paz que conquistou com seu grandioso trabalho, que ele conseguia com suas inusitadas misturas, chás, cantos, enfim, a paz que ele sempre mereceu. “Glauco se foi e sua obra –sucesso de público e crítica- fica no patamar dos gênios como Henfill, Fortuna e Péricles...



Pelo menos hoje os céus devem estar cheios de graça"!



Zappa
Cartunista

Victor disse...

Glauquito és um hijo de puta por nos deixar tão cedo...........

Anônimo disse...

Suas obras serão eternamente inesquecíveis. O artista nunca morre, pois ele sempre se eternizara em suas obras e nas lembranças.

Descance em paz.

Anônimo disse...

Glauco e seu filho foram banidos de nosso convívio por seres que pertencem a uma geração que jamais teve contato com a verdadeira cultura politizadora dos anos 80. O que vejo nos tempos de hoje é que temos um governo (com G minúsculo mesmo), que propaga a analfabetização política, juntamente com os currais eleitorais, oferecendo as "BOLSAS DA VAGABUNDAGEM". Para que reformular o Código Penal, incluindo penas mais severas para tais crimes? Isto é suicídio eleitoral!!!

JAMES disse...

Gostaria muito de participar também....saudades do mestre!!

abç...Zé

http://www.tirinhasdoze.com/2010/03/glauco-villas-boas-n-641.html

Anônimo disse...

Enfim, inacreditável. Muita luz à família. Brasil em luto, lamento e lágrima. !!!

Mello disse...

Que Deus possa consolar o coração de cada dos familares do Glauco neste momento tão difícil!

Avelino disse...

"Viajante, não sabes que o poeta pode viver alem da sepultura?
Ai estás e vês esta TIRINHA, sou eu quem falo portanto.
Ao leres em voz alta esta obra, tua voz viva é a minha."
(Emprestado de Santo Agostinho)

Mariana Bonfim disse...

Mais uma figura ilustre brasileira se vai de forma trágica! Força para a famílai neste momento de luto! E que ele continue vivo em nossas lembranças através do humor de seus personagens ...

Eduardo Roque disse...

Ñ tem outra palavra p/definir: 1 merda o q aconteceu c/esse cara q conheci nos anos 80 na Chiclete c/banana e fez parte da minha infância, adolescência e além.
Espero q prendam o assassino e joguem a chave fora

Carlos Biaggioli disse...

Nesse país artista ainda precisa de um fanático desse naipe pra virar imortal!!!!
Toda minha saudade, Glauco.
E gratidão pelas lágrimas de gargalhada com teu Geraldão...

Valdemagno disse...

as charges de Clériston e Samuca hj também foram sobre o Glauco:
www.pernambuco.com e www.folhape.com.br, poderia pedir a eles os desenhos e postar aqui também.
abs, muitas saudades e, ironicamente, foram-se um geraldão e um geraldinho, pai e filho, coincidência triste...

Eduardo disse...

Infelizmente mais um dos tantos brasileiros que são vitimas dessa violência descontrolada que nós vivemos hoje, grande perca para o humor brasileiro! Bonita a homenagem do universo.

Carlos Augusto disse...

A violência no Brasil mostra mais uma vez a sua cara. Perdemos o incomparável cartunista Glauco Villas-Boas, assassinado junto com seu filho num ato brutal cometido pela inconsequência, insanidade, estupidez e total falta de humanidade de um assassino covarde e desmerecedor de conviver em sociedade, que acabou chocando o país. Não posso nem imaginar a dor de mulher e seus familiares e amigos, pois esse crime também deixou a nós, admiradores há muitos anos do seu trabalho, tristes e perplexos.

Com suas tiras publicadas nos principais jornais do país, Glauco retratava o cotidiano da sociedade e satirizava os absurdos da política de forma irreverente, inteligente e bem humorada com seu traço polêmico.

Glauco Villas-Boas, juntamente com Angeli e Laerte nos anos 80, nas tiras de jornais e revistas da Editora Circo, como Chiclete com Banana, fizeram parte da minha juventude e contribuíram para a formação do pensamento crítico e contestador dos jovens da nossa época. Numa época de transição do regime militar para a plena democracia (?), ele, assim como outros grandes cartunistas, nos brindaram com seus personagens pornográficos, tarados, drogados, neuróticos e tantos outros politicamente incorretos, contribuíram para a introdução e popularização do quadrinho adulto no cenário nacional, nos tirando da mesmice de Tio Patinhas, Mônica e da americanizada Mad. Não esquecendo de mencionar a contribuição de grandes precursores como O Pasquim e contemporâneos da sua época como o Planeta Diário e Casseta Popular.

Glauco, assim como seus grandes amigos, os também cartunistas Angeli e Laerte, seguiam a cartilha do saudoso Henfil, que morreu de Aids contraído em uma transfusão de sangue contaminado com o vírus (ele era hemofílico, assim como os irmãos, lembram?). Henfil dizia que o traço devia obedecer à idéia, e não o contrário. Aliás, os três na época fizeram a três mãos uma homenagem muito inteligente e bem humorada para ele.

Pessoalmente, ouso dizer que a genialidade do seu traço ágil e quase primitivo pode ser comparado a um Picasso das tiras, com seus personagens inesquecíveis como Geraldão, Doy George, Zé do Apocalipse, Casal Neuras, Dona Marta, e tantos outros desenhados com vários braços e pernas, segurando vários objetos ao mesmo tempo, que tornavam o seu trabalho único, inconfundível e genial.

Adiós, Glauquito.

Fica aqui registrada a minha indignação e desejo que se faça a justiça, e que esse assassino demente que nem merece ter seu nome aqui registrado, pague pela maldade e inconsequencia desse ato que deixou o Brasil órfão da sua graça e espontaneidade.

Carlos Augusto Galbarino Amaral

Anônimo disse...

REALMENTE A VIDA NÃO É JUSTA !

Lucas [Hag] disse...

simplesmente horrível. a sensação mais estranha que já senti foi abrir o jornal e perceber que aquelas tirinhas, aparentemente insignificantes, não vão mais alegrar meu dia em meio a tantas tragédias. acho que nunca senti tanto a morte de algum famoso como esta.
estejam aonde estiverem, glauco e raoni, que recebam tudo que merecem.

Mariana disse...

Linda a homenagem de vocês. Fiquei chocada ontem ao saber da notícia, o ato brutal de violência levando-nos alguém que representa parte do patrimônio cultural e artístico deste país!!!

Anônimo disse...

Quando perdemos um ente querido, parte de nós morre junto.



Quando perdemos um cartunista/humorista barbaramente, toda uma nação enterra junto sua civilidade.



Meus sentimentos a família,apesar de não conhecê-los pessoalmente, mesmo distante, aqui em Sergipe, curti muitas de suas tiras publicadas na Folha de São Paulo.



Adelmo Torres
adelmo-artemisia@itnet.com.br

Callas disse...

Puta tristeza, o Glauco foi assassinado. Depois que o Angeli "matou" a Rê Bordosa, só sobrou o Geraldão. Agora, nem ele - "meus heróis morreram de overdose".
Adiós, valeu Glauquito!!!!

Lucas Santos disse...

emocionante.

Ricardo Brunoro disse...

Muito lindo tantos artistas expressando de sua maneira o apoio, comoção e carinho por um grande artista como o Glauco.

Queria deixar aqui também a minha homenagem... e total disposição do Blog em publicá-la também.

http://www.the3nerds.com.br/2010/03/luto-glauco-homenagem/

Obrigado por tudo, Glauco!

carlos Edaurdo disse...

È só começar a ler as noticias sobre a morte do Glauco que começo a chorar uma grande perda para o Brasil !
Nunca veremos novas charges e tiras do mestre.....as lagrimas voltam a cair.....

moises disse...

Na musica COISAS DA VIDA, Rita Lee resume perfeitamente o que estou sentindo.
"COMO EH ESTRANHO SER HUMANO NESSAS HORAS DE PARTIDA."

DESVENTURAS DE DAVI disse...

Todos estamos tristes, mas vale resaltar que é memorável o destaque que a mídia deu ao caso, isso mostra como ele era um brasileiro tão querido e não tinhamos nos dado conta. Como sempre só passamos a valorizar depois que perdemos.

Denise Grangeiro disse...

Não sei desenhar. Não possuo esse dom genial de contar em três quadrinhos a estória de uma vida inteira! E vc nos presenteou com seu supremo senso de observação, genialidade e bom humor. Só posso dizer o seguinte: "O CÉU VAI FICAR MELHOR COM VC LÁ!".

Denise Grangeiro disse...

Não sei desenhar. Não possuo esse dom genial de contar em três quadrinhos a estória de uma vida inteira! E vc nos presenteou com seu supremo senso de observação, genialidade e bom humor. Só posso dizer o seguinte: "O CÉU VAI FICAR MELHOR COM VC LÁ!".

Denise Grangeiro disse...

Não sei desenhar. Não possuo esse dom genial de contar em três quadrinhos a estória de uma vida inteira! E vc nos presenteou com seu supremo senso de observação, genialidade e bom humor. Só posso dizer o seguinte: "O CÉU VAI FICAR MELHOR COM VC LÁ!".

M@zinho disse...

O mundo continua violento, continuamos perdendo os bons - continuam morrendo jovens... Glaucão, vai com Deus, Raoni contigo, "Geraldão" e Geraldinho" (como na foto da revista com vc e o Raoni com 5 anos numa bicicletinha... Não o esqueceremos, Geraldão, Dona Marta, Zé do Apocalispe, Doy Jorge, e os demais não deixaramm - que bom! Vou reler todos as minhas revistas e tiras em sua homeganem, continuarei espocando a cilibina, falando com "ão" (Você/Geraldão nos ensinaram isso muito antes da cerveja...), vou pegar a Secretária cinquentona, tudo em sua homenagem.

Fiquem com Deus e...até "breves..."

M@zinho disse...

O mundo continua violento, continuamos perdendo os bons - continuam morrendo jovens... Glaucão, vai com Deus, Raoni contigo, "Geraldão" e Geraldinho" (como na foto da revista com vc e o Raoni com 5 anos numa bicicletinha...) Não o esqueceremos, Geraldão, Dona Marta, Zé do Apocalispe, Doy Jorge, e os demais não deixaramm - que bom! Vou reler todos as minhas revistas e tiras, continuarei espocando a cilibina, falando com "ão" (Você/Geraldão nos ensinaram isso muito antes da cerveja...), vou pegar a secretária cinquentona, tudo em sua homenagem.

Fiquem com Deus e...até "breves..."

Flavius Versadus disse...

Faltam palavras...

Sobram saudades.

Por mais que seja precoce e da maneira estúpida que foi: os melhores sempre vão na frente.

Nos encontramos dentro da eternidade.

Anônimo disse...

Somos tão poucos e perdemos mais um.
Glauco era parte da nossa história dos quadrinhos brasileiros.
Fica asaudade com os papos, seu humor e grande contribuição

Sonia M. Bibe Luyten
Presidente do Troféu HQMIX

Anônimo disse...

Caros e caras,

que tal retomarmos a campanha pelo desarmamento, com as "armas" do traço?

Uma campanha geral como fprma de diminuir a falta do Glauco, e ao mesmo tempo catalizar uma ação que com certeza encamparia de cara!!!

Grande abraço,
Luiz/Lurdinha Fernandes
(Sampa/Curitiba)

Anônimo disse...

Quando meu irmão faleceu, em 90, deixou-me de herança diversas caixas com revistas como Chiclete, Geraldinho, Piratas do Tietê, Los 3 amigos, entre outras. E elas não só fizeramo com que me sentisse ligado ao meu irmão,como também me ensinaram várias coisas, desde um tipo de senso de humor que eu não tinha ao próprio gosto pela literatura.
O assinato de Glauco e Raoni não só é um crime contra um homem, uma família, mas à todos nós que vivemos e nos descobrimos sendo um pouco Geraldinho, Geraldão, Bob Cuspe, Skrotinhos e etc.

Espero que onde esteja, Glauco, esteja tomando cerveja com o Henfil.

Anônimo disse...

Sem palavras...

Meus profundos sentimentos para a família do Glauco, principalmente pra mulher, pois perder o marido e o filho em uma circustância tão trágica, ainda presenciando o assassinato, é algo que não desejo pra ninguém. Todos nós, amigos e fãs, sentimos muito por tudo isso.

Parabéns ao Universo HQ pela homenagem, e a todos os envolvidos.

Rodrigo (Recife-PE) disse...

Glauco, esteja bem seja onde estiver. Gosto muito dos seus personagens, principalmente do Geraldão.

É uma pena você ter ido tão cedo. Obrigado por você ter existido.

Anônimo disse...

Gente, eu perpetrei isso ontem à tarde. É uma homenagem a um cara que me fez rir bastante nos últimos 30 anos.

Eu não quero o Glauco com seu pinto

Eu não quero o Glauco com seu pinto
como um acontecimento a mais.
Eu quero o Glauco com seu pinto
nas manchetes dos jornais.

Se pintas, é porque tens um pinto.
Glauco pintava, e bem.
Ler sua tirinha era religião.
Glauco era um homem de bem.

Meu Deus, Glauco, que horror!
A Neura de Sampa te matou.
Foi uma Neura com certeza brocha,
com inveja de teu pinto roxo.

Teu pinto flor, que pinta e borda
e faz de tudo motivo de chacota.
Salve Glauco e seu filho, e seu pinto
que gerou tanta coisa nova.

Fonte: Anônimos Glaucômanos

W. disse...

Nos momentos em que não havia uma luz no fim do tunel, eis que surgia através de Geraldão e os demais. Valeu!! Glauquito...

suely disse...

deixar marcas de alegria
ser uma puta companhia

é para poucos irmãos!
sula e pablo

Anônimo disse...

Leia texto sobre Glauco aqui, no Tertúlia: .

Abraços, pessoal.

Renato

Anônimo disse...

http://www.tertuliaonline.com.br/post/mostra_post.php?id=138

Amara disse...

É lamentável como as pessoas que não merecem continuam vivos e as que menos esperamos vão embora cedo...Tudo bem que cada um tem a sua hora, mas da forma trágica como aconteceu...SERÁ QUE ALGUÉM VAI FAZER ALGUMA COISA?
Por quanto tempo ficará preso o responsável pelo duplo assassinato???

Sidney Gusman disse...

Pro anônimo que teve o seu post apagado por mim: não tem o que dizer, fique quieto!

E como quis aparecer sendo "polêmico", da próxima vez que escrever tantas babaquices tenha coragem de se identificar.

Fala sério!

Leco disse...

Achei esse depoimento bem interessante http://denisechiarablog.blogspot.com/2010/03/glauco.html

Marco Rosseto disse...

Obrigado por ter feito parte de minha adolescência !! Glauco , Angeli e Laerte são os caras !!
Descanse em paz Geraldão !!

Carol disse...

http://naboecanela.blogspot.com/

homenagem a Glauco!Linda!

Pedro Hutsch Balboni disse...

Fiz uma homenagem tardia, mas singela. http://migre.me/oGpK

Laboratório 2M disse...

Adeus e Obrigado Mestre Glauco, pois aqueles da nossa geração que cresceram rindo com você e os outros 2 amigos, lhe devem muita gratidão e respeito. É muito triste pensar nos fins de semana sem suas tirinhas, em suma, sem você Mestre.... Dê um abraço em Deus por nós. We love you! Marco Barbosa - Lab2M.

moreno disse...

Foi-se embora o cara que me ensinou a gostar de jornal. Desde pequeno meus pais queriam que eu lesse jornais, revistas, etc. a única coisa que gostava era dos quadrinhos e quando descobri os quadrinhos nunca mais parei, todo dia acessava a folha para ver. Cresci vendo geraldão, dona marta, zé do apocalipse, etc. comprava muitas das revistas que saiam. Realmente, como disseram, taí um cara que foi responsável pelo que sou hoje, estou realmente triste pelo que aconteceu, e meus filhos irão conhecer os quadrinhos que tanto me encantaram e me (in)formaram. Obrigado Glauco por tudo!!!

Shirley Kaiser disse...

os traços, os detalhes, é coisa de Brasileiro, pura criatividade, parabéns pela lembrança.

Mussarela disse...

Minha homenagem a Glauco.
http://mussarelando.blogspot.com/2010/03/homenagem-ao-glauco.html
Obrigado Glauco.

Sidney Gusman disse...

Anônimo (e covarde), bastava assinar com seu nome as leviandades que postou aqui.

O fato de haver coisas não explicadas na morte do Glauco e do Raoni não quer dizer que a sua "hipótese" tenha qualquer validade.

Se não há qualquer embasamento, como você mesmo AGORA admite, não devia tê-la postado de modo tão leviano.

Ok, você queria aparecer, entendo. Mas, por favor, procure outro espaço pra isso.

Artmann disse...

caramba, tem aí ótimos cartuns inspirados na arte tão característica e leve de nosso homenageado. Parabéns ao uhq por essa reunião e a todos os participantes. No blog do Tupi, postei também um texto contando sobre minha experiência como leitor e impressões sobre a tragetória do glauco http://tupinanquim.blogspot.com/2010/03/tributo-ao-glauco.html ; Transcrevo o final:

(...)Glauco mostrou ao país que definitivamente seguia seu caminho do bem e que sua busca por um mundo melhor ia além do humor sarcástico e críticas político-sociais presentes em suas tiras. Quero mandar um abraço sincero e comovido à família, e dizer que me orgulho de ser um artista quando olho pra esse cenário, nesse país onde apesar de todas as repressões e dificuldades por que passamos, homens como o Glauco Villas Boas deixaram os seus traços na história pra todas as gerações futuras!

ByTito disse...

Un gran saludo desde uruguay, a un grande de la historieta.

He dicho y hecho mi homenaje en mi blog.

Salud mercosurianos!

Christian Lemos disse...

o blog tá demais, *-*
se tiver um tempinho dá uma olhadinha no meu, tenho a pouco tempo, obrigado ><
Abraços @christian_lemos

Ronaldo Bennhartt disse...

mas duas vitimas da sociedade... uma pena!
deixa saudades...