26 janeiro 2007

Feliz aniversário, Sal Buscema!

Sal Buscema está completando 71 anos, hoje.

Embora eu prefira trocentas vezes o trabalho do irmão dele, o John, confesso que já fui admirador da arte do Sal. Digo isso pelo que ele fez com Hulk, Vingadores e Rom nos anos 70 e 80.

Só não sei por que raios o cara desandou a fazer uma arte meia-boca depois disso, incluindo uma fase do Homem-Aranha na década de 90, que eu lia xingando os desenhos.

10 comentários:

Dr. Zin disse...

Eu conheci o Sal na época que ele desenhava o Homem-Aranha, por isso sempre odiei os desenhos dele...

Flavio Luiz disse...

Pode parecer incrível mas eu preferia o traço do Sal ...E não conhecí essa fase dele no aranha.
Espero comemorar 71 anos ainda desenhando e lendo gibis!Parabéns pro Sal!!.

Léo Machado disse...

Olha, vai parecer que estou de sacanagem, mas é sério : eu adorava a fase de Sal Buscema no Aranha, principalmente quando ele era arte-finalizado pelo Sienckwicz. Mas concordo também que Hulk e Rom também foram grandes momentos de Sal.

JSS Tonico disse...

Atenção galera que gosta de quadrinhos independentes. Estou enviando um recado sobre uma graphic novel que eu, JSS Tonico (roteiro e direção) e Alexandre Coelho (ilustrações) estamos começando a produzir aqui, em Belém do Pará. O projeto Bamburrado - A incansável busca do ouro é uma HQ no formato americano, com 60 páginas, capa colorida e miolo preto e branco em papel reciclato. O conteúdo da HQ são 5 contos sobre a corrida do ouro na década de 70 e 80, na região oeste do Estado do Pará. Um verdadeiro faroeste amazônico, baseado em histórias reais. Drama, aventura, ação e um registro o mais fiel possível do período. Precisamos de apoio, pois estamos captando recursos financeiros. Por favor acessem o blog do projeto www.bemdito.com e deixem seus comentários. Até mais.

Anônimo disse...

E vão me cricificar pelo traje como estão os comentários mas tb reclamava muito, eu lembro tinha até uma na saga dos clones que eu até brincava o cara escarrou e falou que era desenho sem ofensas hahasó um outro comentário valeu pelo toque de júlia só não gostei de mágico vento9o misticismo não ficou legal, pelo menos o poe da sempre uma deicha, se bem que ia ficar muito parecido com tex, esse aliásfaz uma matança nosíndios pareino 16 e só lebou uma ferida no braço e de raspão.
Helio

korak disse...

ele no aranha foi horrivel, exceto quando finalizado pelo excelente Sienckwicz.
mais parabens ao Sal.
Querendo ou nao... já é uma lenda viva dos quadrinhos.

Franchico disse...

Pô, eu cresci lendo o Hulk, o Rom, os Defensores e outras coisas dele, adorava aquilo. Com certeza não é nenhuma obra de arte, mas sempre foi muito competente, o cara é dono de um bom storytelling, como eles dizem lá nos States...

Sempre achei engraçado a boca quadrada que ele fazia quando os personagens gritavam. Para mim é a cara da Marvel nos anos 70 e 80. E essa fase do Aranha não foi ruim, não. JM de Matteis nos argumentos, em fase bastante razoável, ajudou tb... talvez tenha sido a última fase decente do Aranha, que depois cairia na lama que foi a saga do clone e aí foi só ladeira abaixo...

Anônimo disse...

Meu, eu nunca gostei nem um pouco do Sal Buscema. Pra mim, ele era exemplo de um jeito de desenhar que fez com que eu não me aproximasse da Marvel e, sim, da DC.

Pensando bem... VALEU, SAL!

(Delfin)

Túlio Vilela disse...

O Sal Buscema tinha 3 qualidades importantes: estilo (vc pode não gostar, mas é um estilo); bom senso de narrativa (palavra portuguesa que prefiro usar em vez de "storytelling") e cumpria prazos para entregar os trabalhos ( uma das qualidades mais admiradas pelos editores).
O Sal era competente, mas o irmão dele, o John era MESTRE.

Anônimo disse...

O Sal das antigas era bom. Meio primitivo, mas naquela época era o máximo. Depois, passou a imitar o Walt Simonson na época do Thor e aí o cavalo caiu...